Lixo

Itabunense seja educado não jogue lixo na rua e nem no Rio Cachoeira. A Natureza agradece!

sexta-feira, 29 de junho de 2018

Professores promovem dia da inclusão na escola em Itabuna


A Prefeitura Municipal de Itabuna atua em busca de soluções para o enfrentamento da exclusão em todos os espaços escolares e fora dele, visando tornar a educação especial/inclusiva uma realidade na educação do município. Com este propósito, a Escola Municipal Margarida Pereira, em Itabuna, promoverá no próximo dia 6 de Julho, o Dia Da Inclusão na Escola. O evento tem como publico alvo as famílias dos alunos da escola e a comunidade, em especial as que residem nos bairros Pedro Jerônimo, Maria Pinheiro e Daniel Gomes, área de abrangência da escola.

A programação será aberta as 07h30min da manhã com o pronunciamento do diretor Érico José dos Santos, seguido de uma apresentação cultural. Logo após haverá roda de conversa, com o objetivo de divulgar para a comunidade escolar, o trabalho de diversas instituições que atuam na perspectiva da inclusão e respeito às diferenças em Itabuna, facilitando a busca por atendimento.


A programação inclui ainda oficinas com vivências direcionadas à inclusão e respeito à diversidade, “para que nossos alunos possam refletir sobre o tema, alcançando atitudes positivas no seu convívio social e ao mesmo tempo oferecer a oportunidade para o diálogo e a troca de experiência entre os profissionais que atuam nessa área”, destacou o diretor.
         As oficinas acontecerão nas salas de aula onde cada professor e sua respectiva turma trabalharão temas que incluem Libras – Língua Brasileira de Sinais, Psicomotricidade e Pessoas com Necessidades Especiais, arte e inclusão, cinema, teatro, dança, jogos inclusivos, penteados e autoimagem da criança.

O diretor informou que a Escola Municipal Margarida Pereira tem trilhado o caminho do respeito às pessoas com necessidades especiais, bem como à diversidade humana, um trabalho continuo, feito por meio de ações, reflexões e vivências, que seguem essa direção. “Acreditamos que as atividades inclusivas inseridas no nosso cotidiano de planejamento, currículo e aulas, possam ser ainda mais ampliadas e incentivadas para que funcione corretamente”.

         Para Érico dos Santos, a educação especial/inclusiva é uma realidade na educação nacional, e vem se desenvolvendo, ultrapassando obstáculos. “Mas ainda existem os preconceitos e dificuldades estruturais nas escolas com referencia a essas necessidades que precisam ser discutidas e eliminadas”

         O diretor finalizou destacando a parceria de importantes instituições que na opinião dele, fazem a diferença para a diminuição da exclusão. Entre elas estão a APAE, CEPEI, GAAC, os CAP, as Salas de Recursos Multifuncionais, fundações Regina Cunha e Marimbeta, Cine Clube Mocambo, Grupo Encantarte, Negras Perfumadas, e Núcleo Cuidar.

Foto: Adeildo Marques  

Nenhum comentário: