Vamos salvar o Rio Cachoeira! É o nosso maior patrimônio natural. Não jogue lixo em seu leito.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Corpo de D. Letícia velado no Sindicato dos Metalurgicos

Do - Diário do Poder - MORTE CEREBRAL
CORPO DE MARISA LETÍCIA SERÁ VELADO NO SINDICATO DOS METALÚRGICOS DO ABC
EX-PRIMEIRA-DAMA TEVE MORTE CEREBRAL DECLARADA NESTA QUINTA-FEIRA
Publicado: 02 de fevereiro de 2017 às 14:39

O corpo da ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva, de 66 anos, será velado no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, nesta quinta-feira, 2.
A esposa do ex-presidente Lula teve morte cerebral declarada na manhã desta quinta-feira, 2. Ela estava internada desde o dia 24 de janeiro na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Sírio-Libanês por sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico.
O quadro piorou drasticamente, segundo o hospital Sírio Libanês, quando começaram a diminuir os sedativos. A família autorizou a doação de órgãos.
MORTE DE DONA MARISA

FERNANDO HENRIQUE CARDOSO VISITA LULA NO HOSPITAL
FHC FOI ACOMPANHADO DO EX-MINISTRO DA JUSTIÇA JOSÉ GREGÓRIO
Publicado: 02 de fevereiro de 2017 às 16:47 - Atualizado às 19:00
Fernando Henrique Cardoso visitou na tarde desta quinta-feira, 2, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no hospital Sírio-Libanês, onde a ex-primeira-dama Marisa Letícia, de 66 anos, encontra-se internada sem atividade cerebral, em São Paulo. FHC chegou no meio da tarde acompanhado do ex-ministro da Justiça José Gregório. 
Quando a ex-mulher de FHC morreu, em junho de 2008, o ex-presidente Lula compareceu ao velório da antropóloga Ruth Cardoso. 
Políticos e ex-ministros acompanham o ex-presidente e sua família no Sírio-Libanês. Estavam no hospital os ex-ministros Guido Mantega, Fernando Haddad, Miguel Jorge e Alexandre Padilha. Durante a manhã, chegaram os senadores petistas Lindbergh Farias, Gleisi Hofmann e Humberto Costa. Mais cedo, a ex-presidente Dilma Rousseff divulgou nota de pesar. Desde que Marisa foi internada,  Lula recebeu apoio não apenas de seus aliados. Adversários no campo político também prestaram solidariedade nos últimos dias. O presidente Michel Temer ligou para Lula no primeiro dia de internação de Marisa. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o ministro das Relações Exteriores, José Serra (PSDB-SP), e o senador e presidente nacional do PSDB, Aécio Neves (MG), também entraram em contato com Lula.
Marisa Letícia está sem aparelhos desde que os médicos detectaram na manhã desta quinta a ausência de atividade cerebral da mulher de Lula. (AE)

Nenhum comentário: