Lixo

Itabunense seja educado não jogue lixo na rua e nem no Rio Cachoeira. A Natureza agradece!

segunda-feira, 30 de abril de 2018

Dodge denuncia Lula, Gleisi, Palocci, Paulo Bernardo e Marcelo Odebrecht

Segundo a procuradora-geral da República, o empresário pagou US$ 40 milhões em propina para o PT em 2010, quando Lula era o presidente

Lula e Gleisi durante evento em Brasília, em julho do ano passado - (foto: Luis Nova/Esp. CB/D.A Press)

Do - www.correiobraziliense.com.br - A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, apresentou, nesta segunda-feira (30/4), uma nova denúncia contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo ela, há indícios de que Lula foi um dos beneficiários de propina na ordem de US$ 40 milhões da Odebrecht. Também são citados na denúncia a senadora e presidente do PT, Gleisi Hoffmann,  e os ex-ministros Antônio Palocci e Paulo Bernardo (marido de Gleisi), além do chefe de gabinete da senadora, Leones Dall Adnol, e do empresário Marcelo Odebrecht. 

Na denúncia, Dodge acusa os políticos de corrupção passiva e lavagem de dinheiro e o empreiteiro de corrupção ativa. O valor mencionado teria sido prometido por Odebrecht a Lula em 2010, quando o petista era presidente, para que, depois, o empresário fosse beneficiado com decisões do governo. O dinheiro teria sido usado em campanhas do PT, incluindo a de Gleisi em 2014, afirma a denúncia.

O processo relativo à peça está no Supremo Tribunal Federal (STF) sob responsabilidade do ministro Edson Fachin, relator da Lava-Jato na Corte Suprema. Agora, cabe aos cinco ministros da Segunda Turma do STF, da qual Fachin faz parte, decidirem se aceitam ou não a denúncia. Se aceitarem, os citados no documento se tornam reús.

Nenhum comentário: