Vamos salvar o Rio Cachoeira! É o nosso maior patrimônio natural. Não jogue lixo em seu leito.

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Trechos da entrevista do Capitão Azevedo ao Jornal Agora


O candidato à prefeitura de Itabuna, Capitão Azevedo, em uma série de entrevistas ao jornal Agora, falou entre uma série de coisas, sobre as propostas para os próximos quatro anos em relação à violência, infraestrutura e saneamento básico. Confira abaixo algumas partes dessa entrevista:
J.A- Quais são os projetos concretos para um Plano de Governo 2013-2016?

C.A- Pretendo continuar com projetos de infraestrutura e seguir buscando a captação de recursos junto à União. Destaco o fato de ter sido o prefeito a captar maior volume de recursos da história de Itabuna para diminuir a desigualdade social e melhorar a infraestrutura. Mobilidade urbana é outro plano que cito como prioridade de investimento, exemplificando o caso da ponte do São Roque, que viabilizou as construções no valor de R$46 milhões de casas do Programa Minha Casa, Minha Vida e mais um acesso ao semi-anel rodoviário tirando pessoas de condições deprimentes e sub- humanas. Na verdade, a ponte fez com que esse projeto acontecesse.

J.A- O município investe 25% dos recursos em educação. Quais as suas propostas para área e o que será prioridade no setor?

C.A- Antes quero destacar o Índice da Educação Básica de nossa cidade, avaliado positivamente, o que significa que estamos no caminho certo. No entanto, segundo o secretário da Educação, Gustavo Lisboa, precisamos de muito mais recursos. A divisão é injusta: o montante repassado para o município é pequeno referente ao arrecado pela União. A educação é a base, o eixo principal de qualquer programa de desenvolvimento. Por isso incentivamos aulas de informática nas escolas, estimulam a criatividade, ou seja, não apenas deixamos nossos alunos na sala de aula. Precisamos aumentar essas ações, mais salas de aula, mais escolas, salas multifuncionais, envolver a tecnologia com educação, levando o mundo para nossos alunos.
J.A- Com relação aos professores existe algum projeto para valorização e qualificação desta categoria?
C.A- Professor Gustavo foi competente em estabelecer convênios com a Uesc, Unime e FTC para capacitar professores da rede municipal. Sobre o suporte financeiro, em todos os quatro anos de gestão garante aumento salarial aos professores acima dos valores da inflação e implantação do piso salarial nacional.

J.A- Qual a sua proposta para a questão do lixo?

C.A- Nós iniciamos uma parceria com a UESC, e aí teremos todo um maquinário instalado, com o qual pretendemos o mais breve possível colocar em funcionamento, disparar um processo da reciclagem, que gera emprego, renda e sustentabilidade. E quanto ao aterro sanitário, que até 2014 será obrigatório, nós daremos um jeito. Eu encaro toda essa parte da coleta de lixo, finalização e destinação como um desaforo a ser cumprido.

J.A- Quais seriam as principais inovações do seu novo mandato no governo? E porque os eleitores deviam votar em você?

C.A- Eu tenho um diferencial que é pessoal, é a qualidade de Azevedo, o cidadão Azevedo. Eu tenho perfil de humildade.Na minha família, embora eu esteja prefeito, ninguém usa desses benefícios de prefeito, moro na mesma casa quando me elegi. Meu diferencial é esse, ser humilde, então eu preparo minha família para não ter ambição e nem usar os benefícios do poder. Para mim, quem fez o diferencial em três anos e nove meses de gestão, foi Azevedo, com criatividade, utilizando recursos próprios. Eu criei o Bolsa renda Municipal, para beneficiar quem não era beneficiado com o Bolsa Família, assim, mais de 1.800 famílias foram contempladas no nosso programa.

Nenhum comentário: