Vamos salvar o Rio Cachoeira! É o nosso maior patrimônio natural. Não jogue lixo em seu leito.

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Azevedo faz prestação de contas do governo

Ao destacar a importância da transparência na gestão dos recursos e nas ações do governo, o prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo, afirmou, num encontro do Grupo de Ação Comunitária realizado no Palace Hall, a importância da parceria entre govderno e sociedade organizada. Ele apresentou uma prestação de contas da gestão e elogiou o relatório do GAC sobre a administração municipal, que incorpora sugestões para as diversas secretarias.

Acompanhado de todos os secretários municipais e do presidente da Emasa, Geraldo Briglia, o prefeito lamentou o pesado endividamento do município, que tem um passivo de R$ 130 milhões com o INSS, o que limita a captação de recursos para obras e projetos essenciais. Azevedo lembra que, além de ter 60% da população vivendo em situação de risco, o município tem dívidas impagáveis e precisa de recursos para projetos.

O prefeito anunciou que os demais integrantes de sua equipe de governo também levarão ao GAC informações sobre os projetos de cada área, detalhando as ações implementadas. “Nosso governo está aberto ao debate e às sugestões”, declarou. No encontro com o GAC, Azevedo também apresentou um relatório sobre a destinação dos R$ 33 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento para investimento na ampliação do sistema de captação de água de Itabuna, que passou de 600 para 1.000 litros por segundo. Um investimento de R$ 70 milhões vem sendo pleiteado na área federal pelo Governo do Estado para a construção da barragem do Rio Colônia, prometida em 2009 pelo governador Jaques Wagner.

Ações
Como parte das ações do governo ao longo dos 34 meses, Azevedo cita os investimentos direcionados para a compra de uma patrulha mecânica e sete caçambas, com recursos de R$ 3 milhões. “Também investimos em obras como a de reurbanização da Avenida Cinquentenário, a macrodrengem do Canal do Lavapés e temos o projeto de reurbanização da Avenida Amélia Amado, com um custo inicial de R$ 12,8 milhões”, enfatizou. O governo ainda trabalha na elaboração de projetos destinados à captação de recursos no valor de R$ 70 milhões para  realização de obras de infraestrutura no centro e em diversos bairros da cidade.
Por: Kleber Torres Fotos: Pedro Augusto 21-10-2011  
www.itabuna.ba.gov.br

Nenhum comentário: