Vamos salvar o Rio Cachoeira! É o nosso maior patrimônio. Não jogue lixo em seu leito. Povo limpo, cidade civilizada... Vamos preservar a nossa história.

sexta-feira, 23 de agosto de 2019

"Rota da Espiritualidade" completa 10 anos em Itabuna



 
Criado por iniciativa dos colaboradores da Rota Transportes, em 2009, o projeto Rota da Espiritualidade comemorou 10 anos em atividade durante celebração realizada na sede da empresa, em Itabuna, na tarde da última segunda-feira, 19. Diretores, gestores e funcionários participaram do momento de oração, que se repete a cada mês ao longo de uma década.

O projeto Rota da Espiritualidade reúne os colaboradores da empresa de todas as religiões, como uma forma de agradecimento pelo trabalho, pela convivência e pelo bom serviço a ser prestado à população. O movimento começou a ser gerado a partir de 2007, quando a companhia de transporte rodoviário de passageiros e de encomendas passou por uma crise.

A psicóloga Raquel de Faria, uma das incentivadoras do projeto, lembrou que a ideia surgiu a partir de pesquisa feita entre os funcionários da empresa, que sugeriram espaço e horário para o desenvolvimento da espiritualidade. De imediato, os diretores da empresa, Paulo e Elaine Carletto, abraçaram a proposta e deram todo o apoio, através do Setor de Recursos Humanos (RH), para a realização das atividades.

Tiago Fabrício, um dos coordenadores do projeto, afirmou que a comemoração simboliza um momento de emoção, de alegria e de agradecimento a todos aqueles, gestores e colegas, que acreditam que a relação de trabalho pode ser feita com amor. O coordenador de Linhas e Logística da Rota, Rosalvo Cardoso, fundador do projeto, disse que, coincidência ou não, a partir do Rota da Espiritualidade a empresa começou a trilhar novos caminhos e a expandir suas linhas pela Bahia e outros Estados.

O gerente comercial da Rota, Ícaro Silva – que sempre participa das celebrações, lembrou que o Rota da Espiritualidade fez também surgir o Sol da Espiritualidade, entre os colaboradores da Viação Cidade Sol, em Jequié. “Dez anos depois, estamos aqui juntos para agradecer. Costumo dizer que nossa empresa é abençoada. Rodamos dois milhões de quilômetros sem registro de acidentes. Isso é Deus em primeiro lugar, porque sabemos que todas as outras coisas serão acrescentadas”, declarou.

A celebração, organizada pelos próprios funcionários com apoio do setor de RH, contou também com as presenças da diretora de Desenvolvimento, Elaine Carletto, da superintendente corporativa, Kádma Soares, dos gestores Carol Carletto, Jonatas Amorim e Vladimir Almeida, entre outros.

Segundo Elaine Carletto, a empresa é uma extensão de nossa família. “Todas as vezes que nós, gestores, nos reunimos, falamos em agradecimento. Nós somos de famílias simples que vencemos através do trabalho. Como empresa, como Grupo, não estamos aqui somente para transportar pessoas, mas também para encontrar e transformar pessoas”, afirmou.

E acrescentou: “temos os ônibus, temos as máquinas, mas se não tivermos as pessoas, unidas e dispostas, não faremos o que precisamos fazer lá fora. Portanto, tenham certeza da nossa gratidão, porque a cada dia nós recebemos muito mais de vocês do que aquilo que damos. Então, vamos “aparar as arestas”, buscar a serenidade, amar as pessoas que estão próximas, nos unirmos, para estarmos sempre presentes no mercado de trabalho dos transportes.”

A comemoração dos 10 anos do Rota da Espiritualidade contou ainda com a participação do pastor Paulo Barbosa, da Igreja Batista, que animou a celebração com cânticos de louvor. Ele refletiu que “o ambiente de trabalho é uma porta que Deus abriu para você levar o pão de cada dia para sua família, e isso lhe dá dignidade. Não significa apenas uma relação de patrão e empregado. Deus lhe deu um lugar para ir e aí fico imaginando os 12 milhões de desempregados em nosso País, segundo pesquisa do IBGE, que não têm um lugar para ir. Por isso, acredito que devemos ver essa empresa não apenas como um lugar de trabalho, mas como um abrigo dado por Deus”, concluiu.    Ascom  

   

Nenhum comentário: