DIGNIDADE

De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto. Rui Barbosa


FEIJOADA DO ALBERGUE BEZERRA DE MENEZES NA AABB, DIA 19 DE NOVEMBRO AO MEIO DIA. VALOR R$25,00 ADQUIRA O SEU BILHETE E CONTRIBUA COM QUEM PRECISA. TELEFONES (73) 3215-1511 E 9-8889-0991 E FAÇA UMA BOA AÇÃO!

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Prefeito Fernando Gomes se reúne com ambulantes da praça do São Caetano

praca s caetano
Praça Simão Fitermann

Ambulantes e o Prefeito em seu Gabinete
O Prefeito de Itabuna, Fernando Gomes se reuniu, na manhã desta quarta-feira (02), com vendedores ambulantes que trabalham na Praça Simão Fiterman, no bairro São Caetano. O encontro foi pautado pela busca de alternativas que viabilizem uma prorrogação do prazo estabelecido pelo Ministério Público para a desocupação da praça por parte dos ambulantes, em até 72 horas. A decisão para desocupar a praça se deu a partir de ações do Ministério Público e da Prefeitura que, na administração passada, pediu reintegração de posse. 


Ouvindo o posicionamento dos ambulantes, o Prefeito se mostrou sensível quanto à situação e indicou que a equipe jurídica do município atuasse na busca de soluções para a questão. O procurador Geral do Município, Luís Fernando Guarnieri, informou que será solicitada a prorrogação do prazo junto ao Ministério Público. O Procurador observa que na decisão da justiça há a determinação para, em caso de descumprimento da ordem judicial por parte do município, o Prefeito pague uma multa de R$ 1.000,00 (mil reais) por cada dia descumprido.

            O secretário de Sustentabilidade Econômica e Meio Ambiente, John Vinícius Nascimento, salienta que o Prefeito Fernando Gomes não vem medindo esforços para revitalizar os espaços públicos e, ao mesmo tempo, garantir oportunidades de trabalho à população de Itabuna. Segundo John, a tentativa agora é para uma dilatação do prazo estabelecido pela Justiça para a desocupação da praça, no sentido de encontrar soluções para essa demanda de modo a minimizar os impactos da decisão judicial.

Nenhum comentário: