DIGNIDADE

De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto. Rui Barbosa


FEIJOADA DO ALBERGUE BEZERRA DE MENEZES NA AABB, DIA 19 DE NOVEMBRO AO MEIO DIA. VALOR R$25,00 ADQUIRA O SEU BILHETE E CONTRIBUA COM QUEM PRECISA. TELEFONES (73) 3215-1511 E 9-8889-0991 E FAÇA UMA BOA AÇÃO!

terça-feira, 11 de abril de 2017

Audiência pública debateu Regularização das terras de Buerarema


O município de Buerarema foi contemplado nesta sexta-feira, 7, com uma Audiência Pública que apresentou a sociedade civil organizada, o projeto de Regularização Fundiária de 4 mil propriedades rurais no Território Litoral Sul. A iniciativa já está sendo desenvolvida pelo Consórcio de Desenvolvimento Sustentável – Litoral Sul, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e a Coordenação de Desenvolvimento Agrário (CDA).

Na plateia, representantes do Poder Público Municipal, da Câmara de Vereadores e da sociedade civil organizada compareceram a audiência, proposta pelo vereador Roque Borges, com objetivo esclarecer detalhes do projeto. Segundo o representante do Legislativo, a audiência “foi muito proveitosa e esperamos colher bons frutos com os conhecimentos adquiridos”, avaliou.


O projeto tem a duração de 12 meses e visa estimular o desenvolvimento rural, através do acesso ao crédito e políticas públicas, propiciar melhores condições de trabalho e renda no campo. Para o prefeito de Buerarema, Vinícius Ibrann “a parceria com o CDS-LS vai garantir o título da terra aos agricultores e vai fortalecer a agricultura familiar do nosso município”, declarou o gestor.

As audiências públicas fazem parte do projeto de Regularização Fundiária nos 13 municípios que integram o Consórcio. De acordo com o coordenador do projeto, Elias Jacob "iremos fazer esta audiência nos outros municípios do convênio para ampliar a mobilização e esclarecer toda a comunidade sobre o projeto”, explicou Elias.

Etapas

Ao longo de três meses, a equipe do Consórcio vem realizando uma série de visitas aos municípios associados para o cadastro das propriedades rurais. A próxima etapa prevista será o serviço de georreferenciamento desses imóveis, com o auxílio dos equipamentos de GPS Geodésico, L1 e L2.
Por - Viviane Cabral.

Nenhum comentário: