Vamos salvar o Rio Cachoeira! É o nosso maior patrimônio natural. Não jogue lixo em seu leito.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Diminui vantagem de Dilma sobre Serra

Pesquisa mostra que pode haver segundo turno e que Marina Silva também teve crescimento

José Serra  acredita na vitória

29 de setembro de 2010

N° 8944AlertaVoltar para a edição de hojeDATAFOLHA

A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, já não tem mais garantida a vitória em primeiro turno, revelou nova pesquisa Datafolha realizada ontem. A petista aparece com 46% das intenções de voto. O candidato do PSDB, José Serra, acumulou 28%, e Marina Silva, do PV, tem 14%, segundo o levantamento. Mas a principal mudança se deu em relação aos votos válidos.

Nos últimos cinco dias, Dilma perdeu três pontos percentuais entre válidos (exclui brancos, nulos e indecisos) que decidirão o pleito. Ela recuou de 54% para 51% – e precisa de 50% mais um voto para ser eleita.

Como a margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos, Dilma pode ter 49% dos votos válidos. Ou 53%, o que a levaria ao Planalto sem a necessidade de passar por um segundo turno eleitoral.

Ainda considerando os votos válidos, o candidato do PSDB à Presidência, José Serra, apenas oscilou positivamente, de 31% para 32%.

Marina Silva, do PV, também oscilou positivamente dentro da margem de erro. Passou para 16%, ante os 14% que tinha na pesquisa realizada entre os dias 21 e 22 de setembro.

Considerando somente os votos válidos, a diferença entre Dilma e os demais candidatos despencou 14 pontos há duas semanas para dois agora. Foram realizadas 3.180 entrevistas em 202 municípios na última segunda-feira. A pesquisa está registrada no TSE com o número 32913/2010.

Diariocatarinense

Nenhum comentário: