Vamos salvar o Rio Cachoeira! É o nosso maior patrimônio natural. Não jogue lixo em seu leito.

sábado, 17 de maio de 2014

Chapa oposicionista motiva união de adversários históricos em Itapetinga


 A união de antigos adversários políticos como José Otávio (DEM) e Michel Hage (PMDB), em Itapetinga, pelo interesse maior da Bahia, nos inspira nessa caminhada e, em pré-campanha, já sinaliza o despertar de um novo tempo para os baianos, afirmou o pré-candidato oposicionista ao governo do estado, Paulo Souto, durante encontro com lideranças e políticos do sudoeste baiano, na Câmara Municipal de Itapetinga, no final da tarde desta sexta-feira (16).


Para Souto, a mesma política feita do enfrentamento democrático entre adversários é capaz de unir quando fala mais alto o amor pela sua terra. “Nas andanças que estamos começando a fazer pelo estado é o amor pela Bahia que sentimos em cada aperto de mão e abraço que recebemos. É o que nos motiva a acreditar que, com vocês, venceremos essa batalha”.

O pré-candidato ao senado, Geddel Vieira Lima, também destacou a aliança histórica entre Zé Otavio e Michel Hage em prol da chapa oposicionista. Lembrando que ele, quando ministro e, Paulo Souto, quando governador, sempre prestigiaram Itapetinga com obras e realizações. “Hoje Itapetinga, assim como a Bahia, retratam os governos do PT, tanto na cidade quanto no estado: violência crescente, saúde pública caótica e educação da pior qualidade”.

Depois do encontro, o trio oposicionista visitou a exposição de Itapetinga, sendo bastante festejado por onde passava.“Como já disse o pré-candidato Paulo Souto, a saúde pública na Bahia deixou de ser um problema de ineficiência para se tornar um caso de desumanidade”, lembra o presidente estadual do Democratas, José Carlos Aleluia, diante da denúncia da Associação dos Portadores de Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) de que o governo de Jaques Wagner há meses não cumpre a obrigação de fornecer gratuitamente os indispensáveis medicamentos para o bem estar de mais de 480 mil pessoas que sofrem do problema no estado.
Aleluia: “Insensibilidade de Wagner deixa doentes respiratórios sem medicamentos”


“É inadmissível a insensibilidade do governador Jaques Wagner com as vidas de centenas de milhares de baianos que sem o uso desses remédios sofrem com a dificuldade de respirar”, comenta Aleluia. Ele destaca que o setor de medicamentos do Hospital Estadual Otávio Mangabeira, especializado em doenças respiratórias, onde há distribuição dos remédios, está desativado. “Os portadores de DPOC ligam pra lá e ninguém atende”.
Para Aleluia, o exemplo do que está ocorrendo no Hospital Otávio Mangabeira é mais um da desfaçatez de Jaques Wagner no tratamento da saúde pública. “Outro dia, o pré-candidato Paulo Souto disse que o Otávio Mangabeira estava funcionando em horário comercial e eles reagiram ferozmente, sem vergonha de mentir que o hospital estava em pleno atendimento”.
Mas a verdade, segundo Aleluia, é que o Hospital Otávio Mangabeira desativou 31 leitos, faltam servidores de enfermagem e o setor de medicamentos está desativado. “Tudo isso confirma que o Otávio Mangabeira está funcionando à meia boca. E não adianta a cara de pau do governo petista em querer esconder a realidade”.

Paulo Souto quer aproximar subúrbio da universidade pública

 “Vamos aproximar a universidade pública dos jovens do Subúrbio Ferroviário”, afirmou o pré-candidato oposicionista ao governo do estado, Paulo Souto (DEM), durante encontro com lideranças comunitárias na Casa Paroquial, em Paripe, no final da manhã desta sexta-feira (16). Segundo Souto, a juventude, que mora na região, não vai mais precisar atravessar a cidade para frequentar uma faculdade. “No caso de eleito, vamos trabalhar pela implantação de um núcleo da Universidade Estadual da Bahia (Uneb) aqui, inicialmente com alguns cursos”.
Ao lado do pré-candidato a senado, Geddel Vieira Lima (PMDB), Paulo Souto lamentou que as obras de saneamento do Bahia Azul, realizadas pelo seu último governo na região, tenham sido abandonadas pela gestão petista. “Belas praias locais começam a ficar poluídas. Neste governo enganador, as coisas só estão bem na propaganda da tevê”.
Diante das reclamações dos presentes pelo não funcionamento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), do bairro de Escada, que é responsabilidade do governo estadual, Souto disse que haveria dinheiro para pagar os médicos da UPA, se o governador Jaques Wagner economizasse um por cento do que gasta em propaganda.
“Felizmente a UPA de Periperi, administrada pela prefeitura, está atendendo a população, mesmo sobrecarregada pelo não funcionamento da UPA de Escada que é do governo estadual. Mas o prefeito ACM Neto vai construir a UPA de Paripe para melhorar ainda mais a assistência ao povo do Subúrbio”, disse Paulo Souto.
 Da assessoria: 16/05/2014

Nenhum comentário: