Vamos salvar o Rio Cachoeira! É o nosso maior patrimônio natural. Não jogue lixo em seu leito.

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

Pacientes do centro e da área rural de Itabuna serão atendidos na UBS do antigo Sesp






A partir desta terça-feira (05) a marcação de exames para média complexidade para pacientes cadastros no Sistema Único de Saúde (SUS) que residem no centro de Itabuna e na zona rural do município será feita em novo endereço: na Unidade Básica de Saúde (UBS) José Maria Magalhães Neto, antigo SESP, na praça João Pessoa. O secretário de Saúde, Jozimar Salles informou que a mudança de local para o atendimento à média complexidade visa facilitar o acesso dos pacientes aos serviços qualificados,  bem como diminuir o fluxo na Central de Regulação.   

A diretora do Departamento da Atenção Básica, Dhayse Nascimento Gonçalves explicou que a média complexidade ambulatorial, incluem desde fisioterapia, exames laboratoriais e oftalmológicos, revisão, otorrino, consultas, raio x, ultrassons, eletro e eco cardiograma, até a confecção do cartão SUS.

Dhayse reforça que o atendimento de média complexidade na UBS José Maria de Magalhães Neto é só para os moradores do centro e dos distritos de Mutuns e Itamaracá. Os demais pacientes de outros bairros continuarão sendo atendidos nas  unidades de saúde onde estas famílias residem. Informa ainda, que a Central de Regulação manterá a oferta dos serviços de alta complexidade, a exemplo de ressonância magnética, tomografia computadoriza, densitometria óssea, dentre outras.


A diretora da Atenção Básica destacou que os serviços de média e de alta  complexidade são formados por uma série de ações que asseguram o atendimento na rede pública de saúde e atendem aos principais problemas e agravos de saúde da comunidade, com profissionais especializados, além do uso de recursos tecnológicos, para o apoio do diagnóstico e do tratamento.

“Já os procedimentos de alta complexidade envolvem alta tecnologia e alto custo, oferecidos pelo SUS, a partir do atendimento clinico nas unidades básicas de saúde e agendadas de acordo com a quantidade de cotas liberadas mensalmente, pelo Governo do Estado, através da Central de Regulação”, explicou a diretora. Dhayse lembra também que a Secretaria de Saúde implantou o projeto Fila Zero, uma iniciativa para reduzir e normalizar as filas de acesso a consultas na rede pública de saúde em Itabuna.

Texto: Rosi Barreto
Fotos:  Waldyr Gomes




Nenhum comentário: