Vamos salvar o Rio Cachoeira! É o nosso maior patrimônio. Não jogue lixo em seu leito. Povo limpo, cidade civilizada... Vamos preservar a nossa história.

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

ACM Neto anuncia hoje posição do DEM; PSDB da Bahia fica com Bolsonaro.

ACM Neto: tendência éliberar osmembros do DEM para apoiar quem quiser. (Foto: Max Haack/Secom/PMS)
Presidente nacional do Democratas, o prefeito de Salvador, ACM Neto vai anunciar hoje (10) a posição sobre o segundo turno das eleições. O democrata soteropolitano convocou a imprensa para uma entrevista coletiva.
O prefeito já sinalizou que seu partido cogita não ter uma “posição formal” e liberar os membros na disputa no segundo turno entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT).
“Se o partido não tiver uma posição formal, isso vai dar conforto para cada um fazer o que quiser”, afirmou, em entrevista ao jornal Estado de São Paulo.
O PSDB nacional ficou em cima do muro,mas Imbassahy garante: “Voto e trabalharei pela vitória de Bolsonaro”. Foto: PSDB/Divulgação)
Benito e Imbassahy ficam com Bolsonaro –  O presidente estadual e vice-presidente nacional do PTB, deputado federal Benito Gama, já  definiu apoio do partido na Bahia à candidatura de Bolsonaro à presidência da República.
Por meio de nota, Benito afirmou que “os ideais do PTB Bahia coadunam desde sempre com o combate à corrupção, o respeito à legislação, a valorização da família e dos trabalhadores, além do estímulo ao agronegócio, indústria e comércio, para geração de emprego e renda”.

Já o deputado federal Antônio Imbassahy (PSDB), que não foi reeleito, foi outro que, independente da decisão nacional do PSDB, disse que vai apoiar o candidato do PSL.
“O Brasil não pode retroceder. Não podemos deixar prevalecer o populismo que corrói a nação, destrói os pilares da democracia e fragiliza os valores da família. Voto e trabalharei pela vitória de Jair Bolsonaro”, afirmou Imbassahy nas redes sociais.
Em Salvador, o vereador Cezar Leite (PSDB) também anunciou apoio ao presidenciável e está entre os líderes de uma manifestação pró-Bolsonaro que será realizada no próximo domingo (14).
Enquanto o PSDB nacional decidiu não apoiar Bolsonaro nem Haddad e liberar os diretórios estaduais para fazer a escolha que quiserem, o presidente estadual da legenda, João Gualberto, decidiu ficar ao lado do candidato do PSL. O anúncio foi feito pelas redes sociais.

Nenhum comentário: