Lixo

Itabunense seja educado não jogue lixo na rua e nem no Rio Cachoeira. A Natureza agradece!

segunda-feira, 9 de julho de 2018

Escola municipal comemora sucesso de encontro participativo em Itabuna




“Um encontro produtivo, participativo e o mais importante, superou todas as expectativas”. Foi como os organizadores definiram um encontro, na última sexta-feira (6), que reuniu, além de professores, os pais e alunos da Escola Municipal Margarida pereira e ainda representantes de diversas instituições públicas e particulares de Itabuna. O evento foi abeto pela secretária de Educação de Itabuna, Nilmecy Santos Gonçalves e teve como tema “Roda de Conversa: diversidade e inclusão”.

A secretária elogiou a iniciativa, destacando a importância de um encontro como o que aconteceu e que teve como objetivo a busca de soluções para o enfrentamento da exclusão nas escolas e fora delas, além da integração entre as unidades escolares e a comunidade, a principal beneficiada. “Nossa proposta é transformar em realidade no nosso município, uma educação especial/inclusiva mais forte, mais participativa e preparada para novos desafios”, como declarou o diretor da unidade escolar, Érico José dos Santos. 


Ele informou que a escola, localizada entre os bairros Pedro Jerônimo, Maria Pinheiro e Daniel Gomes, conta com mais de 400 alunos e pelo menos 30 deles possuem algum tipo de deficiência, como a auditiva, por exemplo. E o encontro, segundo o diretor, tenta afastar as diferenças e principalmente promover a inclusão deles, de forma positiva e igualitária por meio de ações diversificadas.

Entre elas, as oficinas realizadas durante o encontro onde cada professor e seus alunos trabalharam temas como Libras – Língua Brasileira de Sinais, Psicomotricidade e Pessoas com Necessidades Especiais, arte e inclusão, cinema, teatro, dança, jogos inclusivos, penteados e autoimagem da criança. Como parte do programa, foi realizada uma roda de conversa com a participação de representantes de instituições assistências, como o Núcleo Cuidar, Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, APAE, CEPEI, GAAC, os CAP, fundações Regina Cunha e Marimbeta, Cine Clube Mocambo, Grupo Encantarte e Negras Perfumadas.

Os pais de alunos aprovaram a iniciativa do encontro. “Foi importante porque ajuda a aproximar as crianças em torno de uma educação eficaz e inclusiva”, como destacou a dona de casa Adriana Santos, mãe de um aluno com deficiência. Para ela, a escola como um todo permite que as crianças com algum tipo de atividade não sinta a diferença no dia a dia e n aprendizado.

O diretor disse que o sucesso do evento foi medido pelo número de participantes não apenas de professores e alunos, mas, também, a família dos estudantes e de instituições como fortes aliadas na luta contra as desigualdades físicas e sociais. - Ascom
Fotos: Waldyr Gomes

Nenhum comentário: