Lixo

Itabunense seja educado não jogue lixo na rua e nem no Rio Cachoeira. A Natureza agradece!

sexta-feira, 25 de maio de 2018

SEC implementa cronograma de reforma e manutenção de escolas municipais

        
         A Secretaria da Educação (SEC) de Itabuna está implementando um cronograma de reforma e manutenção das escolas e creches da Rede Pública Municipal de Ensino. Um diagnóstico situacional realizado pelo Departamento de Infraestrutura Escolar da SEC no primeiro semestre de 2017 revelou que mais de 80% das unidades escolares precisa passar por intervenções que vão desde a reforma de telhado, reestruturação das instalações elétricas e hidráulicas, pintura interna e externa, bem como melhorias da acessibilidade, dentre outros serviços.

Com base nesta análise, a Prefeitura de Itabuna, por meio da Qualitechno Construtora Ltda, empresa vencedora da licitação para reforma e manutenção de prédios públicos do município, iniciou no segundo semestre de 2017 pequenas intervenções nas seguintes escolas: Espírita Emanuel, Zacarias Dantas, Maria Rosa, Maria Creuza, São Paulo da Cruz, Antônio Menezes, Avelina Sandes e Áurea Lima.

Também o Grupo Escolar Frederico Smith Lima, na Urbis IV, passou por pintura geral e melhoria das instalações elétricas e hidráulicas. Ainda em 2017, foram iniciadas e estão em fase final a reforma da Escola Lúcia Oliveira, no centro, e da Creche e Centro de Educação Infantil Gil Nunesmaia, do bairro Jorge Amado. Para este ano de 2018 um novo cronograma está sendo desenvolvido desde março: reforma do telhado da Escola Flávio Simões; reforma, pintura e melhoria dos sistemas elétrico e hidráulico da Escola Humberto Castelo Branco, localizadas no bairro Califórnia, bem como do Instituto Municipal Aziz Maron (Imaeam), com telhado e reforma das instalações elétricas.

Demanda reprimida

Segundo a secretária da Educação, Anorina Alves Smith Lima, que esteve em visita às escolas na última semana, a melhoria da infraestrutura escolar da Rede Pública Municipal de Ensino está entre as prioridades estabelecidas pelo prefeito Fernando Gomes para o setor educacional, entretanto, a situação de precariedade em que foi encontrada a maioria das escolas no início de 2017 apontou uma demanda reprimida por intervenções que, em muitos casos, se arrastam por mais de uma década.

“Herdamos um quadro muito crítico neste contexto da infraestrutura escolar. Porém, mesmo enfrentando escassez de recursos, estamos avançando no sentido de atender, inicialmente, aquelas unidades que estejam em situação mais precária e, posteriormente, vamos atender as demais escolas que precisam de pequenas reformas ou de serviços de manutenção”, assegurou. Anorina.

A secretária da Educação esclarece que a empresa Qualitcheno, responsável pelas obras nas unidades escolares, também é encarregada a prestar os mesmos serviços nos demais prédios da administração pública municipal, a exemplo das unidades da Rede Básica de Saúde e da Assistência Social. “Portanto, a demanda é bastante considerável e exige que seja estabelecido o cronograma de prioridades”, disse. Ela adiantou que, concluída nos próximos 20 dias as obras em andamento, uma nova etapa será iniciada com intervenções nas creche Esther Gomes e Pequeno Aprendiz, além das escolas Yolanda Pires e Lourival Oliveira. Esta última, localizada no bairro de Ferradas e a segunda maior da Rede Municipal, encontra-se com a estrutura totalmente comprometida.

Fotos: Waldir Gomes

Nenhum comentário: