Lixo

Itabunense seja educado não jogue lixo na rua e nem no Rio Cachoeira. A Natureza agradece!

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Abaixo o crime em Itabuna!

Editorial:

Abaixo o crime em Itabuna!

Dado impressionante no mundo do crime aconteceu em Itabuna, neste final de semana, última do mês de Fevereiro de 2018, quando foram cometidos cinco assassinatos. Se comparado com a cidade do Rio de Janeiro, lá foram acometidos sete. Levando-se em consideração que o Rio de Janeiro é a segunda cidade mais populosa do Brasil. Com 6,5 milhões de habitantes, Itabuna com 225 mil habitantes a comparação, além de não existir; é gritante, violente e desumana.

Já está na hora do Estado voltar seus olhos para a região sul da Bahia, onde a violência está em todo o lugar e, com maior proporção, diante das outras cidades da região do cacau, Itabuna!
Do jeito que a violência descaminha na onda do trafico jogando solta, a cidade também já está merecendo uma intervenção federal, para barrar a criminalidade, onde as famílias  tornam-se refém da violência e se tornam prisioneiras enclausuradas em seus próprios domicílios, enquanto  os bandidos haja sem punição.

As ruas, praças e avenidas das cidades de Itabuna estão cada vez mais vazias e desertas, pois as famílias como dissemos antes, sentem-se refém da bandidagem.

Segundo nossa Constituição o Estado tem que proteger o cidadão, mas parece que esse artigo da nossa Carta Magna está sendo sucumbido pelo “mandar” da bandidagem que a cada dia aumenta "o seu poder de fogo" no comércio do tráfico e as drogas rolam soltas, tirando a vida de muitos jovens, numa corrido de incertezas e sofrimento.

Com certeza para “esse tipo de coisa” acabar os congressistas têm que mexer, logo, no Código Penal Brasileiro, pois hoje a policia prende o bandido e por falha do código, a Justiça solta (Código ultrapassado da idade da velha!), colocando a bandidagem sempre nas ruas e com mais ousadia.

 A Lei tem que ser mais rígida, inclusive, com a prisão perpetua para “os chefões, dessas organizações”. Caso contrário o Estado nunca protegerá o cidade honesto, trabalhador e que trás o progresso deste imenso continente que se chama Brasil.

- Abaixo o crime em Itabuna!   

Itabuna registra cinco assassinatos no final de semana


O final de semana foi marcado por muita violência na cidade de Itabuna. Cinco assassinatos foram registrados no sábado (24) e domingo (25). Na manhã do sábado (24), Junior Rodrigues dos Santos, 30 anos, foi assassinado na feira do bairro São Caetano. Testemunhas relataram que Junior bebia com outras três pessoas quando houve um desentendimento. Uma dessas pessoas pegou uma faca e atingiu Júnior no tórax. Segundo conhecidos da vítima, Júnior era usuário de drogas e morava na rua. Na noite de sábado (24), outras duas pessoas foram mortas no bairro São Roque. O que chama a atenção é que um dos mortos era justamente o autor do homicídio que acabava de ocorrer. Segundo testemunhas, dois homens em uma moto Biz atiraram contra Alessandro Oliveira dos Santos, 28 anos, que morreu no local. Ainda na mesma área, os dois autores do homicídio foram baleados por uma pessoa não identificada, o garupa e responsável por deflagrar os tiros teria sido atingido na perna, mas conseguiu fugir a pé. Já o piloto da Biz, Manoel Hildo de Jesus Sousa, de 19 anos, foi baleado no peito, caiu com a moto no canal e ainda quebrou o pescoço no acidente, morrendo no local. A moto usada pelos criminosos foi apreendida pela polícia, uma Biz 125, preta, placa PJX 8298, com restrição de roubo. Ainda na noite de sábado (24), por volta das 21h20, na Rua Clóvis Santos, bairro Santo Antonio, Anderson Santos Barreto, 21 anos, foi morto a tiros. Pelo menos seis disparos atingiram a vítima na região do tórax. Um homem de prenome Paulo foi encontrado morto na manhã deste domingo (25), no bairro Nova Ferradas. O corpo estava em um matagal e possuía marcas de golpes de facas. Segundo conhecidos da vítima, Paulo não tinha envolvimento com crimes. Ele já havia trabalhado na Câmara de vereadores de Itabuna e trabalhava como garçom em um bar no São Caetano. Com as mortes do final de semana, Itabuna registrou 13 homicídios no mês de fevereiro, sendo 25 neste ano de 2018. (Diário Bahia)

       

Nenhum comentário: