Vamos salvar o Rio Cachoeira! É o nosso maior patrimônio. Não jogue lixo em seu leito. Povo limpo, cidade civilizada... Vamos preservar a nossa história.

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Nos 50 anos da Catedral bispo destaca parceria em nome da justiça e do atendimento aos mais pobres



Ao celebrar os 300 anos da pesca da imagem de Nossa Senhora Aparecida, em Aparecida do Norte (SP), e os 50 anos da inauguração e dedicação da Catedral de São Sebastião, em Ilhéus, o bispo Dom Mauro Montagnolli defendeu, neste domingo (01), a continuidade da sólida e respeitosa parceria que vem mantendo com a atual administração municipal em prol daqueles menos favorecidos.

“A igreja tem a responsabilidade em colaborar na construção de um mundo melhor. Estamos abertos a esta parceria para ajudar naquilo que pudermos. A intenção é sempre colaborar para que haja justiça, atendimento às pessoas mais pobres”, disse, durante a homilia, que contou com a presença do prefeito Mário Alexandre; do vice-prefeito, José Nazal e da deputada estadual, Ângela Sousa.


Mais de seis mil pessoas, segundo a comissão organizadora, participaram das comemorações do final de semana que, além da comunidade de Ilhéus, reuniu fieis de 26 municípios e 42 paroquias que integram a diocese de Ilhéus. “Temos que ter orgulho de uma Ilhéus bonita não apenas no aspecto físico, mas, humano, também, com espaço para todos. E a beleza desta catedral deve servir como um sinal de que podemos construir algo melhor para a nossa sociedade”, completou Dom Mauro.
Novo momento - Para o prefeito de Ilhéus, o pronunciamento do bispo Montagnolli representa o sentimento que deve nortear todos os ilheenses que acreditam em um novo momento da história local. “Representa, sobretudo, a convicção de que o nosso governo atua com credibilidade e que quer acertar. Não farei tudo sozinho, nem tudo de vez. Mas vamos avançar”, afirmou Mário Alexandre. Para o prefeito, comemorar os 50 anos de inauguração da Catedral é um momento de resgate da história da catedral como templo de fé e patrimônio histórico da cidade.

Vice-prefeito de Ilhéus, José Nazal lembra que 50 anos atrás esteve presente na sagração da Catedral. Ele destacou o entusiasmo das comunidades nas comemorações deste cinquentenário e também comentou a homilia do bispo Dom Mauro, valorizando a parceria como instrumento de construção social. “No diálogo, na compreensão e com muita firmeza a gente consegue chegar lá”, disse.

Para a deputada estadual Ângela Sousa, o pronunciamento do bispo da diocese de Ilhéus representa o seu desejo de servir. “Trata-se de uma liderança religiosa de respeito que entende a importância da sua contribuição por uma Ilhéus melhor”, elogiou. “O que ele fez foi destacar uma parceria pela cidade, pelos pobres e necessitados. Por uma Ilhéus mais justa e menos desigual, que são premissas de um governo municipal comprometido com todos os setores da sociedade”, completou.

Grande evento - Representantes de todas as cidades da diocese se reuniram no Centro de Convenções, na manhã do domingo. À tarde houve uma procissão eucarística rumo à Catedral onde foi dada a bênção do Santíssimo Sacramento. Em seguida foi celebrada a Santa Missa concelebrada por todos os padres da diocese. E encerrando os festejos, houve a apresentação da banda católica Anjos de Resgate.
“Esperamos que a celebração desse ano jubilar tenha trazido à Igreja de Ilhéus um vento impetuoso de santidade, a graça de um tempo novo de anúncio do Evangelho, um vigoroso testemunho de fé e profunda experiência de perdão e reconciliação para o Maior Bem da Almas e a glória de Deus”, destacou a maior autoridade da igreja católica no município.

Nenhum comentário: