DIGNIDADE

De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto. Rui Barbosa


FEIJOADA DO ALBERGUE BEZERRA DE MENEZES NA AABB, DIA 19 DE NOVEMBRO AO MEIO DIA. VALOR R$25,00 ADQUIRA O SEU BILHETE E CONTRIBUA COM QUEM PRECISA. TELEFONES (73) 3215-1511 E 9-8889-0991 E FAÇA UMA BOA AÇÃO!

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Morre o itabunense “Peri da Pituba”, aos 64 anos de Idade no Rio de Janeiro

Antes ,com o craque 
Morre o itabunense “Peri da Pituba”, aos 64 anos de Idade no Rio de Janeiro

Por PEDRO IVO ALMEIDA
Depois, como morador de rua em Portugal
Do (UOL/FOLHAPRESS) - Perivaldo Lúcio Dantas, ex-lateral da seleção brasileira na década de 80, morreu nesta quinta-feira (27). Conhecido como Peri da Pituba, o ex-atleta faleceu aos 64 anos após complicações devido a uma pneumonia.
"Ele deu entrada aqui no hospital há uma semana com um quadro muito delicado, o pulmão bem comprometido. Chegamos a cogitar uma tuberculose, mas exames mostraram que não. Seguimos o tratamento com antibiótico, mas o quadro era realmente complicado. A saúde dele estava bastante debilitada. Ontem [quarta, 26], ele não reagiu tanto aos medicamentos, o quadro não melhorou e ele faleceu nesta madrugada, dormindo. Uma pena. Grande figura que vinha despertando atenção é muito carinho aqui no hospital", afirmou Fernando Ferry, diretor-geral do Hospital Universitário Gaffrée Guinle, no Rio de Janeiro.
Em 2013, Perivaldo chegou a ser encontrado como um morador de rua em Portugal. Ele veio para o Rio de Janeiro e estava trabalhando no Saferj (Sindicato de Atletas de Futebol do Rio de Janeiro).
Ele passou mal na última semana e chegou a ser levado ao hospital pelas pessoas do próprio sindicato.
No futebol brasileiro, Perivaldo teve passagens, primeiro pelo Itabuna Esporte Clube, onde tudo começou, depois Bahia, Botafogo, Palmeiras e São Paulo. No time baiano, ele conquistou o título estadual por três temporadas seguidas.
Telê Santana, técnico da seleção brasileira na Copa de 1982, convocou Perivaldo diversas vezes. Ele chegou a ser titular em um amistoso, mas ficou fora do Mundial.


Nenhum comentário: