DIGNIDADE

De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto. Rui Barbosa


FEIJOADA DO ALBERGUE BEZERRA DE MENEZES NA AABB, DIA 19 DE NOVEMBRO AO MEIO DIA. VALOR R$25,00 ADQUIRA O SEU BILHETE E CONTRIBUA COM QUEM PRECISA. TELEFONES (73) 3215-1511 E 9-8889-0991 E FAÇA UMA BOA AÇÃO!

terça-feira, 6 de junho de 2017

Semana do Meio Ambiente é marcada por eventos e conscientização ambiental

 
A Semana do Meio Ambiente  está sendo lembrada  em Itabuna com uma série de eventos que incluem desde plantio de mudas a mutirão de limpeza e de conscientização sobre a preservação ambiental. A programação foi aberta simbolicamente na manha de segunda-feira (5) pelo prefeito Fernando Gomes,  que fez o plantio de uma muda de pau-brasil no canteiro do estacionamento do Centro Administrativo Firmino Alves,  no bairro São Caetano.
Já o mutirão de limpeza, que está sendo realizado numa ação conjunta entre Prefeitura, Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Emasa, Unime e a empresa Biosanear, teve início no bairro Nova Esperança e se estenderá durante toda a semana aos bairros Ferradas, Fernando Gomes e Nova Ferradas. O objetivo é conscientizar as comunidades dessas áreas sobre a importância da preservação ambiental.


Os alunos da Fundação Marimbeta também foram incluídos no programa. Até sexta-feira eles participam de oficinas de educação ambiental. A diretora do Departamento de Licenciamento e Fiscalização Ambiental da Prefeitura, Tayla Marrocos, explicou que essa primeira atividade é apenas uma das etapas do projeto de revitalização e de conscientização do Rio Cachoeira e de suas microbacias, entre elas a do rio Jacarezinho onde vivem cerca de dez mil pessoas. “O que pretendemos é mostrar às famílias que é possível conviver harmoniosamente com o meio em que elas vivem sem necessidade de agressão ambiental”.

Segundo Tayla, é aí que entra o trabalho de conscientização das famílias, mostrando os problemas de poluição, a causa, os efeitos e de que forma a situação pode ser revertida, ensinando a maneira correta de fazer a limpeza de áreas, sobretudo as ribeirinhas e, principalmente, de como  o lixo deve ser tratado.

A coordenadora de Sustentabilidade da Universidade Federal do Sul da Bahia, Nicolliear Valerie, também confirmou que a ação inicial teve a finalidade de fazer o diagnostico da situação em que se encontra aquela área, saber, por exemplo, como é feita a limpeza  pela comunidade e  como pode ser melhorada.

“A partir dessa ação, será feito um trabalho de conscientização junto à população ensinando sobre a forma ideal e organizada de como cuidar do lixo para que ele não vá parar nos rios, mesmo  em áreas como o bairro Nova Esperança, onde ainda não há coleta regular”.

É o cuidado com o meio ambiente, ainda segundo Nicollier, que será possível garantir uma melhor qualidade de vida da comunidade. “Isso será possível a partir da reconstrução do rio Jacarezinho que hoje é visto como um esgoto a céu aberto, uma situação que pode ser mudada, se todos se unirem com o mesmo propósito que é o de trabalhar por um ambiente limpo”, assegura.    

Nenhum comentário: