DIGNIDADE

De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto. Rui Barbosa


FEIJOADA DO ALBERGUE BEZERRA DE MENEZES NA AABB, DIA 19 DE NOVEMBRO AO MEIO DIA. VALOR R$25,00 ADQUIRA O SEU BILHETE E CONTRIBUA COM QUEM PRECISA. TELEFONES (73) 3215-1511 E 9-8889-0991. O FORRÓ DO KARUÁ E DJ GUIGUI FARÃO A ANIMAÇÃO! E FAÇA UMA BOA AÇÃO!

terça-feira, 27 de junho de 2017

BRASIL IMPORTA ÁLCOOL AMERICANO E OS EUA VETAM CARNE BRASILEIRA

SABUJICE
BRASIL IMPORTA ÁLCOOL AMERICANO E OS EUA VETAM CARNE BRASILEIRA
EUA EMPURRAM ÁLCOOL AO BRASIL ENQUANTO VETA CARNE BRASILEIRA
A RESOLUÇÃO DA CAMEX, QUE INVIABILIZA A PRODUÇÃO DE ÁLCOOL NO NORDESTE, É DO GOVERNO DILMA, MAS O GOVERNO TEMER SE RECUSA A REVOGÁ-LA. (FOTO: DANIEL TEIXEIRA/ESTADÃO)

A decisão subserviente aos Estados Unidos da Câmara de Comercio Exterior (Camex), reduzindo a 0% a alíquota de importação de álcool de milho americano, coincide com o embargo daquele país à carne brasileira. A resolução da Camex, que inviabilizou a produção de álcool (ou etanol) no Nordeste, foi adotada no governo Dilma Rousseff (PT), mas curiosamente o governo Michel Temer se recusa a revogá-la. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.
O governo Temer ignora proposta do ministro Blairo Maggi (Agricultura) reduzindo a alíquota de importação do álcool dos EUA de 20 para 17%.
Distribuidoras do Sudeste (que também produzem álcool) importam álcool dos EUA na entressafra, para aumentar seu volume de vendas.
A entressafra no Sudeste coincide com o auge da produção nordestina. Com a importação, a região fica impossibilitada de vender seu álcool.

Nenhum comentário: