sexta-feira, 26 de maio de 2017

Lava Jato chega à sua 41ª fase

Lava Jato chega à sua 41ª fase cumprindo 13 mandados, dois de prisão
Moro investiga compra de direitos de exploração na África
Publicado: 26 de maio de 2017 às 07:22 - Atualizado às 08:24
Os treze mandados da 41ª fase da Lava Jato foram expedidos pelo juiz federal Sérgio Moro. (Foto: Pedro de Oliveira)
 Do - Diário do Poder - A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feita (26) a 41ª fase da operação Lava Jato, no cumprimento de 8 mandados de busca e apreensão, 1 mandado de prisão preventiva, 1 mandado de prisão temporária e 3 mandados de condução coercitiva no Distrito Federal e nos Estados do Rio de Janeiro e São Paulo. 
 Os 13 mandados expedidos pelo juiz Sérgio Moro estão ligados à investigação de complexas operações financeiras realizadas a partir da aquisição pela Petrobras de direitos de exploração de petróleo em Benin, na África, com o objetivo de disponibilizar recursos para o pagamento de vantagens indevidas a ex-gerente da área de negócios internacionais da empresa.

 A ação tem ligação com dois lobistas Jorge Luz e Bruno Luz, pai e filho que operavam para o PMDB na Petrobras. Os dois estão presos em Curitiba desde a 38ª fase da Lava Jato. Os alvos de condução coercitiva, nesta 41ª fase, são Fernanda Luz, filha de Jorge Luz, que não foi encontrada, e Álvaro Gualberto Teixeira de Melo. A PF ainda não informou os nomes dos demais alvos.

Nesse caso, o ex-deputado Eduardo Cunha já foi condenado a penas que somam 15 anos de prisão, acusado de receber propinas de US$1,5 milhão (R$4,9 mihlões). Os prejuízo à Petrobras foram estimados em US$77,5 milhões (R$254 milhões). Os investigados devem responder pela prática dos crimes de corrupção, fraude em licitações, evasão de divisas, lavagem de dinheiro dentre outros.

 TESTEMUNHAS CONTRA A LULA SERÃO OUVIDOS HOJE POR MORO
 Nesta sexta-feira (26), o juiz Sérgio Moro vai ouvir mais quatro testemunhas de acusação contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A ação apura a denúncia de pagamento de propina por parte da Obrebrecht ao petista. A audiência está marcada para começar às 14h.

Serão ouvidos o doleiro Alberto Youssef, o lobista Fernando Falcão Soares, conhecido como Fernando Baiano, o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró e o lobista Milton Pascowitch. Os quatro são delatores na Operação Lava Jato e já foram condenados.

Os depoimentos fazem parte das audiências de instrução, quando são ouvidas testemunhas de acusação e de defesa. Essa etapa deve se encerrar em 12 de julho, depois disso, os réus devem ser ouvidos.

Nesta ação, Lula é acusado de ter recebido propina da Obrebrecht por meio de um terreno, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, e um apartamento, na mesma região. O imóvel é vizinho ao que o petista mora. E o terreno seria utilizado para a construção da nova sede do Instituto Lula.

Nenhum comentário: