DIGNIDADE

De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto. Rui Barbosa


FEIJOADA DO ALBERGUE BEZERRA DE MENEZES NA AABB, DIA 19 DE NOVEMBRO AO MEIO DIA. VALOR R$25,00 ADQUIRA O SEU BILHETE E CONTRIBUA COM QUEM PRECISA. TELEFONES (73) 3215-1511 E 9-8889-0991 E FAÇA UMA BOA AÇÃO!

sábado, 20 de maio de 2017

JBS COMPROU POR R$43 MILHÕES APOIO DE RENAN E 4 SENADORES À REELEIÇÃO DE DILMA

DELAÇÃO DO LOBISTA DA JBS
JBS COMPROU POR R$43 MILHÕES APOIO DE RENAN E 4 SENADORES À REELEIÇÃO DE DILMA
RENAN LEVOU R$9,3 MILHÕES QUANDO ERA PRESIDENTE DO SENADO
Publicado: 20 de maio de 2017 às 12:42
Renam e Dilma

Do - Diário do Poder - O lobista da JBS, Ricardo Saud, disse em depoimento que a empresa de Joesley Batista comprou por R$43 milhões cinco senadores em 2014, a pedido do ministro Guido Mantega (Fazenda), para garantir o apoio do PMDB à reeleição de Dilma Rousseff.
O acerto da propina foi fechado na residência oficial do então presidente do Senado, Renan Calheiros (AL), que Saud freqüentava assiduamente, organizando pessoalmente churrascos com carnes e bebidas finas.
Dos R$ 43 milhões da propina, Renan ficou com a maior parte (R$ 9,3 milhões). Eduardo Braga (AM), Jader Barbalho (PA) e Eunício Oliveira (CE), atual presidente do Senado, teriam levado R$ 6 milhões cada. Valdir Raupp (RO) ficou com R$ 4 milhões.
O lobista disse haver relatado esses pagamentos a Michel Temer: "O Joesley me entregou um bilhete, depois de uma reunião com Guido. Eu fui lá, no sábado à tarde, no Michel Temer, e mostrei isso a ele. Ele ficou muito indignado, porque estava perdendo o controle do PMDB."

Nenhum comentário: