domingo, 14 de maio de 2017

Hamilton supera Vettel e vence o GP da Espanha

 Inglês e alemão literalmente batem roda e Mercedes vence Ferrari. Massa termina em 13º.
Do - http://f1mania.lance.com.br/formula-1- Lewis Hamilton mostrou que ainda pode brigar de igual para igual com Sebastian Vettel. Os dois tiveram um belo duelo no GP da Espanha. Os dois chegaram a bater roda, mas o duelo foi vencido pelo inglês. Daniel Ricciardo completou o pódio em terceiro.
Felipe Massa teve um problema com Alonso na largada, o que fez com que seu pneu furasse, caindo para as últimas posições. No fim, o brasileiro completou a prova em 13º.
Na largada, Vettel pulou à frente de Hamilton e assumiu a ponta e Verstappen tocou o carro do Raikkonen, que acabou quebrando a roda dianteira do finlandês. Felipe Massa também teve problemas com pneu furado, depois de um toque com o Alonso e teve que ir aos boxes. Verstappen também abandonou.

Depois de sete voltas de prova, Vettel já tinha mais de dois segundos à frente de Hamilton, que tinha cinco segundos em relação a Bottas.
Na volta 14, Hamilton começou a se aproximar de Vettel, que foi o primeiro dos ponteiros a parar, isso foi na volta 15. Hamilton continuou na pista por mais algumas voltas.
Quando o inglês parou, na volta 21, ele colocou os pneus médios, o qual todas as equipes reclamaram no final de semana. A estratégia da Mercedes era de tentar fazer uma parada a menos que a Ferrari.
Bottas, que ainda não tinha parado, assumiu a liderança e segurava o ímpeto de Vettel, que vinha atrás, colado no finlandês. O alemão tentou ultrapassar o piloto da Mercedes na volta 24, mas não conseguiu. Vettel forçava muito e Bottas se defendia. Enquanto isso, Hamilton se aproximava.
Na volta seguinte, Vettel conseguiu a ultrapassagem no final da reta, em uma bela ultrapassagem. No giro 27, Bottas fez a parada e deixou o caminho livre para Hamilton buscar Vettel.
Pascal Wehrlein vinha fazendo uma corrida consistente e ainda não tinha feito o pit stop, entretanto ocupava a incrível sétima colocação, que para uma Sauber, era um grande feito.
Na volta 34, Massa foi tentar ultrapassar Vandoorne, mas o belga tentou fechar o brasileiro, com isso os dois se tocaram e o piloto da McLaren se deu mal, teve sua suspensão quebrada, obrigando a abandonar. Com isso, obrigou Massa a parar mais uma vez nos boxes, acumulando a terceira parada no dia.
O Safety Car Virtual foi acionado, para a retirada da McLaren do canteiro da pista.
Hamilton parou novamente na volta 37 e colocou pneus macios novamente. Vetel parou na volta seguinte e colocou pneus médios. Na volta dos Boxes, Hamilton e Vettel dividiram curva e os dois chegaram a se tocar. O inglês acabou saindo da pista, mas não teve prejuízo. O inglês tinha pneus mais rápidos e melhor do que o alemão e a ultrapassagem era questão de tempo.
Bottas abandonou na volta 39, aparentemente com um problema de motor.
Hamilton ultrapassou Vettel na volta 44, por fora no final da reta, uma bela manobra do inglês.
Após a ultrapassagem, Hamilton passou a economizar pneu, para chegar ao fim da prova, com um carro suficientemente bom para disputar com o Vettel, que estava com pneus de longa duração.
Hamilton e Vettel faziam um ritmo tão forte, que eles deram uma volta em cima de todos os outros adversários, exceto Ricciardo, que vinha em terceiro.
Com todos os problemas que Felipe Massa sofreu na corrida, no final da prova, o brasileiro conseguiu superar seu companheiro de equipe e completar a prova em 13º.
Vettel perdeu muito tempo para passar Felipe Massa, o brasileiro praticamente parou para o alemão passar, porém, assim mesmo, Vettel ficou preso atrás do brasileiro, perdendo tempo na disputa com Hamilton.
Hamilton cruzou a linha de chegada à frente, seguido por Vettel e Ricciardo.
A Fórmula 1 volta à ação daqui duas semanas com o tradicional GP de Mônaco.
 Confira o resultado do GP da Espanha:
1) Lewis Hamilton (ING/Mercedes)
2) Sebastian Vettel (ALE/Ferrari)
3) Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull-TAG Heuer)
4) Sergio Pérez (MEX/Force India-Mercedes)
5) Esteban Ocon (FRA/Force India-Mercedes)
6) Nico Hülkenberg (ALE/Renault)
7) Pascal Wehrlein (ALE/Sauber-Ferrari)
8) Carlos Sainz (ESP/Toro Rosso-Renault)
9) Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso-Renault)
10) Romain Grosjean (FRA/Haas-Ferrari)
11) Marcus Ericsson (SUE/Sauber-Ferrari)
12) Fernando Alonso (ESP/McLaren-Honda)
13) Felipe Massa (BRA/Williams-Mercedes)
14) Kevin Magnussen (DIN/Haas-Ferrari)
15) Jolyon Palmer (ING/Renault)
16) Lance Stroll (CAN/Williams-Mercedes)
OUT) Valtteri Bottas (FIN/Mercedes)
OUT) Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren-Honda)
OUT) Max Verstappen (HOL/Red Bull-TAG Heuer)

Nenhum comentário: