terça-feira, 23 de maio de 2017

Conselho do Idoso comemora 18 anos

Prefeitura lança o Programa Vida Saudável durante a festa dos 18 anos do Conselho do Idoso

O Programa “Vida Saudável – é tempo de viver melhor”, idealizado pela Prefeitura Municipal de Itabuna, por meio da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), via Departamento de Esportes, juntamente com a Secretaria Municipal de Assistência Social, foi lançado hoje (23) durante as comemorações dos 18 anos do Conselho Municipal do Idoso.

O programa irá atender cerca de 400 idosos que são atendidos no Abrigo São Francisco de Assis e na Fundação Baldoíno Lopes de Azevedo. A coordenadora do Programa Vida Saudável, Dinamar Guimarães, ressalta que o objetivo do programa é promover oficinas esportivas, atividades culturais e artísticas, além de danças, jogos populares e cognitivos, brinquedotecas, entre outras ações que possibilitem o bem-estar biopsicossocial dos participantes.

A Secretária de Assistência Social, Sandra Neilma, esteve presente no evento e aproveitou o momento para destacar a importância destes 18 anos do Conselho do Idoso e da parceria com o município. “É uma satisfação muito grande poder participar de um momento como este, principalmente porque foi na gestão de Fernando Gomes, há 18 anos, que foi criado o Conselho Municipal do Idoso”, salientou, frisando a importância do Conselho como órgão fiscalizador para a garantia dos direitos da pessoa idosa. “Estima-se que Itabuna possui uma população de cerca de 25 mil idosos, uma quantidade significativa que demonstra a necessidade do poder público pensar ainda mais nas ações em benefício dos idosos”.

Durante o evento, o presidente do Conselho, Aguinaldo Batista, anunciou que conseguiu em Brasília uma verba de R$ 180 mil para a construção da sede do Conselho, e aproveitou o momento para solicitar à Prefeitura a doação de uma área. O advogado Oton Dantas, representante do Conselho do Idoso na OAB/Itabuna, finalizou lembrando a importância das pessoas formalizarem denúncias, nos casos de abusos e descumprimento da legislação que protege a pessoa idosa.

Nenhum comentário: