quarta-feira, 24 de maio de 2017

BADERNAÇO EM BRASILIA VEJA TUDO AQUI!

Exclusivo do - diário do poder  

POLICIAL MILITAR DISPARA CONTRA MANIFESTANTES NO BADERNAÇO NA ESPLANADA
PRIMEIRO PM ATIRA PARA CIMA, E DEPOIS MIRA NOS MANIFESTANTES
Publicado: 24 de maio de 2017 às 21:05 - Atualizado às 23:55
Imagens veiculadas pelo jornal O Globo, mostram o momento que dois policiais militares do Distrito Federal sacam suas armas para tentar conter o avanço de manifestantes que jogavam pedras contra os policiais e tentavam depredar dois ministérios durante o protesto desta quarta (24) em Brasília.
É possível ver o momento em que um primeiro policial avança contra os baderneiros atirando para cima. Pouco depois, um segundo PM efetua novos disparos em direção aos manifestantes.
Logo depois ouve-se gritos de: “Oh louco, Gomes, Gomes, recua, recua”.

IMAGENS DO CAOS
CONFIRA FOTOS DA BADERNA QUE LEVOU AO ACIONAMENTO DAS FORÇAS ARMADAS
Publicado: 24 de maio de 2017 às 18:10 - Atualizado às 23:13
A baderna travestida de protesto desta quarta (24) levou o presidente da República, Michel Temer, e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, a optarem pelo uso de tropas militares como a Polícia do Exército para garantir a ordem e a segurança pública no Distrito Federal até o dia 31 de maio.
Confira algumas imagens dos atos de vandalismo que levaram à decisão.
CLIQUE PARA AMPLIAR:
BADERNA NA ESPLANADA
MANIFESTANTE TENTA JOGAR ROJÃO EM POLICIAL E TEM A MÃO DILACERADA
APESAR DO GRAVE FERIMENTO, MANIFESTANTE EVITOU O SAMU E A PM
Publicado: 24 de maio de 2017 às 17:48 - Atualizado às 19:59

Na tarde desta quarta-feira (24) em meio à baderna que tomou conta da Esplanada dos Ministérios, um manifestante teve sua mão dilacerada ao tentar atingir um policial militar com um rojão.
O artefato explodiu antes do lançamento e destruiu a mão do rapaz. Ele foi socorrido por pessoas que participavam do ato, mas, estranhamente não não buscou ajuda do Samu ou da Polícia Militar do Distrito Federal.
O Hemocentro de Brasília está solicitando que "cidadãos que estiverem em boas condições de saúde" compareçam ao local para doar sangue.
O vídeo abaixo foi divulgado pelo Jornal de Brasília: 
EXÉRCITO NAS RUAS
MINISTRO DA DEFESA ANUNCIA USO DAS FORÇAS ARMADAS PARA GARANTIR A ORDEM
DECRETO FOI PUBLICADO EM EDIÇÃO EXTRA DO DOU E VALE ATÉ DIA 31
O ministro da Defesa, Raul Jungmann, declarou nesta quarta-feira (24), que o presidente da República, Michel Temer, decretou, a pedido do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ação de garantia de lei e da ordem em Brasília. O decreto foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União e é assinado, além do presidente e Jungmann, pelo ministro do Gabinete de Segurança Institucional, general Sérgio Etchegoyen.
Tropas federais já se encontram no Palácio do Planalto e nas redondezas. A Polícia do Exército está autorizada a garantir a segurança no Distrito Federal entre 24 e 31 de maio.
Essa ação é utilizada em graves situações de perturbação da ordem após "o esgotamento das forças tradicionais de segurança pública".
"O senhor presidente decretou, por solicitação do senhor presidente da Câmara, a ação de garantia da lei e da ordem e, nesse instante, tropas federais se encontram neste palácio (Planalto), no Palácio do Itamaraty e logo mais estarão chegando tropas para assegurar que os prédios dos minsitérios sejam mantidos incólumes", disse o ministro da Defesa.
Segundo Jungmann, o protesto, em teoria, pacífico "degringolou na violência, no vandalismo, no desrespeito, na agressão ao patrimônio público e na ameaça às pessoas".

GUERRA DA ESPLANADA
MANIFESTANTES ENTRAM EM CONFLITO COM POLÍCIA MILITAR NA ESPLANADA
BADERNEIROS TENTAM ATEAR FOGO EM DOIS MINISTÉRIOS E NO MUSEU

Por -
Francine Marquez - O clima é tenso na Esplanada dos Ministérios, os manifestantes arremessam pedras e paus contra a Polícia Militar para tentar furar o bloqueio e chegar ao Congresso Nacional.
Manifestantes usam banheiros químicos como barricadas contra a PMDF. Em resposta a polícia utiliza bombas de gás lacrimogênio para tentar conter a baderna.Orelhões, cones e placas de sinalização foram quebrados e queimados perto do bloqueio. 
Uma pessoa ficou ferida por arma de fogo. Segundo a PMDF vários policiais ficaram feridos.
Houve depredação no Ministério de Minas e Energia, da Cultura, Planejamento, Catedral Metropolitana e no Museu da República. O refletor do Ministério dos Transportes foi quebrado. O Ministério da Agricultura foi incendiado, a fachada foi pixada com a frase "Morte a burguesia'. Documentos foram espalhados e computadores quebrados no Ministério da Cultura. 
Os servidores de todos os ministérios foram retirados.
A Tropa da Força Nacional está posicionada na frente do Ministério da Fazenda.
Representantes das centrais sindicais, que estão no carro de som em frente ao Congresso Nacional, incentivam os manifestantes a ocuparam o gramado em frente a Avenida das Bandeiras.
De acordo com as informações da Secretária de Segurança a manifestação reúne cerca de 35 mil manifestantes na Esplanada dos Ministérios. Quatro pessoas foram detidas, por porte de entorpecentes e porte de arma branca, todos foram encaminhados ao Departamento de Polícia Especializada (DPE).
Segundo a PMDF mais de 500 ônibus trazendo pessoas de várias regiões do país, chegaram hoje cedo e se concentraram no estacionamento do Estádio Nacional Mané Garrincha. 


Nenhum comentário: