terça-feira, 4 de abril de 2017

REMOÇÃO DAS BARONESAS DO RIO CACHOEIRA

Secretário de Administração de Itabuna fala sobre remoção de baronesas do Rio Cachoeira
  
O secretário de Administração da Prefeitura Municipal de Itabuna, Dinailson Oliveira, concedeu entrevista ao Programa “Alerta Total” da TV Cabrália, para falar sobre a remoção das baronesas do Rio Cachoeira. Segundo ele, após as chuvas que ocorreram na região nos últimos dias, foi possível iniciar o procedimento de retirada das plantas aquáticas que se concentraram na estrutura da Ponte Miguel Calmon (Ponte do Marabá).

Dinailson afirmou que a vazão da água ainda não foi suficiente para retirar por completo as baronesas, mas que dará continuidade ao trabalho visando limpar a superfície do rio o máximo possível. Para o secretário, é preciso que chova na região de Itajú do Colônia só assim o rio receberá um volume maior de água.


A prefeitura de Itabuna está retirando as baronesas presas à estrutura da ponte e levando-as ao aterro sanitário da cidade, de modo a não afetar as praias da cidade de Ilhéus. Tal medida visa preservar o meio ambiente, mantendo limpas as praias onde o rio desagua.

“O prefeito assumiu o compromisso e vamos reduzir significativamente o volume de baronesas que seguiam rumo a Ilhéus”, comenta. Na oportunidade, o secretário esclareceu que a equipe de engenheiros da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur) já analisou e atestou a segurança quanto à estrutura da Ponte do Marabá.


Dinailson informou ainda que a prefeitura irá realizar um processo licitatório visando contratar maquinário especializado no procedimento de remoção das baronesas e que, enquanto não se realiza a licitação, a prefeitura continuará realizando o serviço dentro de suas possibilidades. Por fim, o secretário justificou que a interdição da Ponte, realizada na noite da segunda-feira (03), foi por conta da necessidade de movimentar o maquinário utilizado na retirada das baronesas e comunicou que o trabalho voltará a ser executado a partir das 19 horas desta terça-feira (04), novamente com a interdição da Ponte.

Onze empresas participam de licitação da merenda escolar 



Onze empresas estão concorrendo na licitação pública para a compra da merenda escolar do município de Itabuna, um processo coordenado pelo pregoeiro Carlos Alberto Bispo Marques e acompanhado por representantes do Conselho de Alimentação Escolar. O processo visa atender a mais de 16,4 mil alunos matriculados em 99 escolas da Rede Pública Municipal de Ensino, 25 delas localizadas na zona rural.
O diretor Adjunto de Licitações e Compras do Município de Itabuna, Roger Benicá, explica que o processo foi precedido de um edital estabelecendo vários lotes com diversos itens entre laticínios, carnes, condimentos diversos, material de mercearia, secos e molhados, além de polpas de frutas e sucos.
Ele ressalta que as empresas participam de uma seleção em função de preços e dos itens oferecidos, mas uma equipe de nutricionistas e gestores de contratos analisa a qualidade dos produtos, verifica os prazos de validade e avalia os padrões nutricionais dos alimentos a serem adquiridos para atender as diversas escolas municipais.
O processo licitatório também é acompanhado pelo presidente do Conselho de Alimentação Escolar, Francisco Gomes dos Santos Filho, e pelo conselheiro João de Jesus Santos, como representante dos pais dos alunos. Os integrantes do conselho vão às escolas, verificam as demandas das unidades de ensino e acompanham o processo licitatório, que foi realizado nos dois primeiros dias desta semana, no Centro Administrativo Firmino Alves.

Nenhum comentário: