DIGNIDADE

De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto. Rui Barbosa


FEIJOADA DO ALBERGUE BEZERRA DE MENEZES NA AABB, DIA 19 DE NOVEMBRO AO MEIO DIA. VALOR R$25,00 ADQUIRA O SEU BILHETE E CONTRIBUA COM QUEM PRECISA. TELEFONES (73) 3215-1511 E 9-8889-0991 E FAÇA UMA BOA AÇÃO!

terça-feira, 18 de abril de 2017

Prefeitura Itabuna convoca aprovado no Concurso Público/2016

A Prefeitura Municipal de Itabuna fez mais uma convocação de candidato aprovado e classificado no Concurso Público Municipal, realizado através de Edital nº 001/2016 e homologado através do Decreto nº 11.742, de Junho de 2016.

O secretário Municipal de Administração, Dinailson Oliveira, ressalta a importância da contratação dos aprovados no concurso público. “Precisamos preencher as lacunas existentes no quadro de servidores do município, e à medida que forem surgindo às necessidades faremos as convocações para o quadro de pessoal efetivo do município”.



A vaga a ser preenchida é de Auditor Fiscal. O candidato convocado, Nathan Silva Batista Pessoa, deverá comparecer ao Departamento de Recursos Humanos da Secretaria de Administração munido de duas fotos 3x4 (recentes); carteira de identidade; CPF; CTPS; Título de Eleitor; PIS/PASEP; Comprovante de residência atualizado; Certidão de Estado Civil; Certidão de Nascimento dos dependentes, incluindo vacinação para crianças de até 7 ano; Comprovante de matrícula escolar para os maiores de 7 anos; e Certidão Eleitoral.

Governo continua negociando com Sindserv


A negociação salarial do governo municipal com o Sindicato dos Servidores Municipais (Sindserv) registrou o primeiro avanço, com o anúncio do pagamento do vale transporte intermunicipal, a ser pago no contracheque do servidor a partir de abril para os servidores que se deslocaram de outros municípios a serviço para Itabuna. O secretário de Administração, Dinailson Oliveira, anunciou uma nova rodada de negociações na próxima semana, com a participação de representantes do governo e do Sindserv.

A reunião desta terça-feira (17) teve as participações dos secretários de Administração, Dinailson Oliveira; da Fazenda e Planejamento, Paulo Cesar Fontes Matos e de Desenvolvimento Urbano, Patrick Olbera Monteiro. O secretário Dinailson Oliveira informou sobre a intenção do governo em negociar com os trabalhadores inclusive o Plano de Cargos e Carreiras, que será discutido de forma paritária entre representantes do governo e dos trabalhadores antes de ser encaminhada ao legislativo

Paulo Fontes pediu um prazo até julho para discussão da reposição dos salários, haja vista que o sindicato está pedindo um reajuste de 6,29%. O Secretário pediu esse prazo porque precisa analisar o incremento nas receitas municipais, com também  o percentual de comprometimento na folha de pagamento, se estará dentro dos limites legais disciplinados pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

 Na negociação com o Sindserv não entram os salários dos professores e nem os agentes de saúde e endemias representados por outros sindicatos com data base diferenciada, mas que também impactam a folha de pagamento do governo. O secretário de Desenvolvimento Urbano, Patrick Olbera Monteiro, falou da questão da distribuição do leite para os 80 trabalhadores da usina asfáltica e das três equipes que atuam na operação tapa-buracos, o que representa um custo adicional para o governo. A solicitação foi apresentada pelos dirigentes do Sindiserv.

A presidente do Sindserv, Wilmaci Oliveira agendou uma nova reunião na próxima terça-feira (25), quando a entidade encaminhará uma nova proposta ao governo com relação à reposição de salários. Ela destacou a importância também da negociação do Plano de Cargos e Salários na valorização dos servidores municipais e que pode ser um marco da gestão de Fernando Gomes, e anunciou uma assembleia dos trabalhadores, ainda para hoje, para avaliar o andamento das negociações  com o governo.

Nenhum comentário: