DIGNIDADE

De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto. Rui Barbosa


FEIJOADA DO ALBERGUE BEZERRA DE MENEZES NA AABB, DIA 19 DE NOVEMBRO AO MEIO DIA. VALOR R$25,00 ADQUIRA O SEU BILHETE E CONTRIBUA COM QUEM PRECISA. TELEFONES (73) 3215-1511 E 9-8889-0991. O FORRÓ DO KARUÁ E DJ GUIGUI FARÃO A ANIMAÇÃO! E FAÇA UMA BOA AÇÃO!

sábado, 29 de abril de 2017

HOSPITAL DO CACAU PRONTO


Hospital Costa do Cacau está pronto; prefeito
e secretário da Saúde vistoriaram a obra hoje

O Hospital Regional Costa do Cacau está pronto. Toda a parte de engenharia já se encontra em fase de revisão final. A maior obra estruturante na saúde pública no sul da Bahia nos últimos 35 anos tem previsão de ser inaugurada no final de junho. De acordo com o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, já foram iniciadas as licitações para compra de mobiliário e equipamentos de tecnologia. Veja, aqui, também, Mário Alexandre implanta uma nova marca de governar

“Esta é uma fase complexa do projeto. São centenas de licitações colocadas em prática para o hospital poder funcionar”, afirmou. Fábio Vilas-Boas visitou hoje (29) as instalações do novo hospital ao lado do prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, secretários municipais, vereadores e convidados. “Estamos diante de um dos mais importantes equipamentos da saúde pública da Bahia, um hospital de alta complexidade, elevado de resolutividade, que vai eliminar o gargalo no atendimento hospitalar de Ilhéus e do sul da Bahia”, afirmou o secretário.

Iniciativa histórica

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre Sousa, que também é médico, definiu a obra como uma iniciativa histórica “que deve ter o reconhecimento de toda a região ao governador Rui Costa”. Mário disse estar diante de um modelo só comparável aos dos grandes hospitais do Brasil. “Tudo que foi executado aqui atende aos conceitos de excelência da medicina moderna. É uma obra para salvar vidas e essa grandiosidade vai estar à disposição da nossa gente”, definiu.
O Hospital Costa do Cacau fica localizado na rodovia Ilhéus-Itabuna, no bairro Banco da Vitória, próximo a dois grandes condomínios populares. A área construída é de 17.500 metros quadrados. Mas o projeto foi pensado visando uma futura expansão. Por isso, a área total do empreendimento é e 55 mil metros quadrados.

Serviços de Excelência

O governador Rui Costa sempre que se refere ao empreendimento, destaca que o novo hospital terá ortopedia, cardiologia e 30 leitos de UTI já na primeira etapa. Oito salas para cirurgias simultâneas e 180 leitos para internação são alguns dos destaques do novo empreendimento. O Hospital Costa do Cacau também contará com um reforço no serviço de Oncologia oferecido pela rede hospitalar de Ilhéus.

Durante aproximadamente dois anos, a obra empregou 200 trabalhadores em seu canteiro e custou 80 milhões de reais. “Pela primeira vez o serviço de cardiologia do Estado será implantado em uma cidade do interior com cirurgia cardíaca para atender a toda a região sul”, reforça Fábio Vilas-Boas. Para uma futura etapa de ampliação estão previstos mais 120 leitos. “Daremos dignidade às pessoas que moram nessa região, além de qualificar e melhorar muito o atendimento às pessoas", destaca o governador Rui Costa.

Orgulho
Hoje, enquanto a comitiva visitava o novo hospital, técnicos da Coelba ultimavam os preparativos para testar a nova e moderna rede elétrica de 4 mil KVA, vinda direto da subestação da empresa. Na parte superior do prédio todo o sistema de ar condicionado, já montado, estava pronto para ser testado. Do lado de fora, Odraude Jesus Santos, o pedreiro que foi contratado nos primeiros dias da obra, quase dois anos atrás, não escondia sua emoção. “Estou orgulhoso de fazer parte deste momento”, afirmou.

Dentre as autoridades presentes, estavam os vereadores Paulo Carqueija, Makrisi Angeli, Aldemir Almeida, Ivo Evangelista e Fabrício Nascimento. Acompanharam o prefeito, os secretários municipais Oswaldo Dunkel (Saúde), Hermano Fahring (Infraestrutura), Alisson Mendonça (Relações Institucionais), Alcides Kruschewsky (Comunicação). Também participou da visita o diretor do Hospital Geral Luiz Viana Filho, Cláudio Moura Costa, além dos engenheiros da empresa que executou a obra.

Reuniões, visitas e diálogo com a população de Ilhéus;
Mário Alexandre implanta uma nova marca de governar



Encarar as dificuldades de frente. Conhecer e testemunhar a realidade das ruas. Dialogar com o ilheense e vivenciar as necessidades da população.Transformar desafios em realização. É assim que o médico Mário Alexandre Sousa (PSD) encara a missão de ser prefeito de Ilhéus. No novo modelo de administração que vem consolidando há quatro meses, desde que assumiu o cargo, ele faz questão de vivenciar a cidade e ouvir as queixas a sua gente. “Ando por toda parte. Um governante que busca respeito não foge do diálogo nem se amedronta com as críticas”, diz por onde passa.

Neste feriado prolongado, por exemplo, Mário recebeu autoridades do estado que vieram acompanhar o andamento de obras e percorreu sede e interior do município. Na quinta esteve em Tibina, litoral norte. Ouviu da comunidade o entorno inúmeras reivindicações,a exemplo da necessidade de mais um ônibus circulando de Ilhéus para a região, no final do dia, transportando trabalhadores que atuam na sede municipal e um posto de saúde.

Primeiros resultados

Ao se reunir com a comunidade, Mário destacou seu compromisso com a zona rural. Disse que em quatro meses já recuperou mais de 80 quilômetros de estradas vicinais – dentre elas a do próprio Retiro – e os pequenos produtores agrícolas voltaram a faturar 900 mil reais com a venda de parte da produção para o Programa e Aquisição de Alimentos. O programa foi cancelado no governo do seu antecessor. “Recebemos uma Prefeitura endividada mas esta situação não nos tira o ânimo. Vamos trabalhar, muito”, disse no encontro com os moradores a região.

“A gente tem o maior orgulho de ele ser como a gente”, afirma Ailton Santos de Souza, o “Preto”, morador do Retiro. Cláudio Souza, também do Retiro, revela: “ficamos mais de quatro anos abandonados”. Morador da Ponta da Tulha, outra localidade próxima ao ponto de encontro, Jonilson Souza, se identifica com a nova forma de governar a cidade. “Hoje está fácil a gente falar com o prefeito”, reconhece. “Para minha comunidade é uma satisfação imensa ter um prefeito que anda pela cidade”, completa Ailton Jesus, morador do Retiro.

Na sexta, dia da Greve Geral, Mário determinou que todos os seus secretários mantivessem a rotina de trabalho, mesmo com a Prefeitura fechada para o público. Voltou às ruas. Desta feita, visitou alguns mirantes da cidade. Há décadas em total estado de abandono ele estuda formas de atrair recursos e recuperar estes espaços, criados para servir como pontos turísticos de Ilhéus. A cidade tem seis - Outeiro, Formoso, Piedade, Amparo, Vitória e Monsenhor Evaristo -, todos em ruínas.

Ainda na sexta, Mário Alexandre subiu o Alto Formoso e foi conversar com a comunidade sobre uma lixeira viciada, um pequeno calçamento de 20 metros e uma contenção de muro. “É diferente. O cara vem aqui, conhece a nossa necessidade de perto. Não fica só sentado na cadeira de prefeito”, reconhece Mário Albuquerque, o “Zumba”, morador da comunidade.

Às sete e meia da manhã deste sábado, o prefeito de Ilhéus estava novamente em campo. Recebeu o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas. Visitaram as obras de construção do Hospital Costa do Cacau. Trata-se de uma retribuição à visita feita dias atrás, quando Mário Alexandre esteve em Salvador em busca de recursos e de obras. “Ir à capital do Estado e à Brasília tornou-se sistemático, um ato rotineiro da gestão e os resultados começam a aparecer. Ilhéus tem sido muito bem recebida”, revela. O prefeito de Ilhéus não se cansa na hora de pedir e de trabalhar para ver a cidade que administra ficar melhor.

Da - Secretaria de Comunicação Social

Nenhum comentário: