DIGNIDADE

De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto. Rui Barbosa


FEIJOADA DO ALBERGUE BEZERRA DE MENEZES NA AABB, DIA 19 DE NOVEMBRO AO MEIO DIA. VALOR R$25,00 ADQUIRA O SEU BILHETE E CONTRIBUA COM QUEM PRECISA. TELEFONES (73) 3215-1511 E 9-8889-0991. O FORRÓ DO KARUÁ E DJ GUIGUI FARÃO A ANIMAÇÃO! E FAÇA UMA BOA AÇÃO!

sábado, 1 de abril de 2017

DELATOR REVELA PAGAMENTO DE PROPINA PARA AÉCIO

ODEBRECHT
DELATOR REVELA PAGAMENTO DE PROPINA PARA AÉCIO EM NOVA YORK
CONTA ERA 'OPERADA' POR ANDRÉA, IRMÃ E BRAÇO DIREITO DE AÉCIO
Publicado: 01 de abril de 2017 às 11:11
CONHECIDA PELA ARROGÂNCIA E PERSEGUIÇÃO AOS CRÍTICOS DE AÉCIO, ANDRÉA ERA QUEM MANDAVA NO GOVERNO DELE, EM MINAS.

Do - Diário do Poder - O ex-­ex-Presidente da Odebrecht Infraestrutura, Benedicto Junior, um dos 78 executivos que fez acordo de delação premiada com a Lava Jato, revelou em depoimento que a construtora fez depósitos para Aécio em uma conta b eancária em Nova York operada por sua irmã e braço-direito, a jornalista Andrea Neves.

De acordo com BJ, como é conhecido o ex-executivo, os valores foram pagos como “contrapartida” ao atendimento de interesses da construtora em empreendimentos como a obra da Cidade Administrativa do governo de Minas Gerais, realizada entre 2007 e 2010, e a construção da usina hidrelétrica de Santo Antônio, no Estado de Rondônia, de cujo consórcio participa a Cemig, a estatal mineira de energia elétrica.
O caso foi revelado pela revista Veja, em sua edição desta semana, Andrea Neves, 58, foi uma espécie de “primeiro-ministro” do seu governo em Minas Gerais, conhecida pela arrogância e autoritarismo. Ela ainda cuida de interesses políticos do irmão e, quando ele foi governador, atuava na interlocução  com empresários. Ele foi acusada inclusive de praticar censura ao pressionar veículos de comunicação críticos à gestão do então governador.

Nenhum comentário: