sexta-feira, 17 de março de 2017

Zildo Guimarães morre em Itabuna

Foto:Arquivo
O engenheiro agrônomo, servidor público federal, prestador de serviços à Ceplac, e empresário Zildo Guimarães Filho, de 65 anos, foi encontrado morto dentro de seu carro, em frente à Casa Lotérica, localizada na cabeceira da ponte do Bairro São Caetano. Local que era costumeiro visitar todas as manhãs.
 Conforme a reportagem, Zildo chegou e estacionou seu carro um Fiat Week-end, não saindo do veiculo, quando foram verificar, seu corpo estava imóvel. A unidade do SAMU, logo, chegou e a equipe medica constatou o óbito; vítima de infarto.

“Zildinho”, ou “Zildão”, como era mais conhecido pelos seus amigos, era filho do pioneiro de Itabuna, agricultor Zildo Guimarães, que fundou o bairro, com seu próprio nome, nesta cidade. Foi também um dos fundadores da Rádio Jornal e Diário de Itabuna, além de lojas maçônicas e clubes de serviços etc.

Assim, como “Zildinho”, gostava de visitar a Casa Lotérica, o seu pai,  Zildo Guimarães não saia do “Café Pomar”, em Itabuna. Era uma pessoa agradável e ativa com o desenvolvimento de Itabuna.

O corpo de Zildo Filho, depois dos procedimentos legais, deverá ser velado no SAF e sepultamento no cemitério do Campo Santo, em Itabuna. Vamos aguardar os acontecimentos.

Nenhum comentário: