quinta-feira, 9 de março de 2017

PRESENÇA DE ZICO NO ESTÁDIO O FLAMENGO JOGOU COM RAÇA

Torcida do Flamengo fez uma bela festa no Maracanã, no 1º jogo do estádio em 2017
Torcida do Flamengo fez uma bela festa no Maracanã, no 1º jogo do estádio em 2017
Do - espn.uol.com.br - A vitória por 4 a 0 sobre o San Lorenzo, da Argentina, na noite da última quarta-feira, no Maracanã, foi histórica para o Flamengo. Ela representou a melhor estreia do clube rubro-negro na história da Copa Libertadores, em 13 participações.


Até então, em 12 edições, o time não tinha muitos motivos para recordar suas estreias. Havia vencido apenas duas vezes, ambas no Maracanã, seu palco preferido.
Em 1984, goleou o Santos por 4 a 1, com dois gols de Mozer, um de Lico e um de Tita. Em 2010, bateu a Universidad Católica por 2 a 0, gols de Léo Moura e Adriano.
O saldo em estreias contemplava ainda seis empates e quatro derrotas. Em 1981, ano da primeira participação e também do único título conquistado, o Flamengo empatou por 2 a 2 com o Atlético-MG, no Mineirão (veja mais ao final do texto).

00:01
02:07
Zé Ricardo parabeniza grupo, destaca importância da torcida e diz: 'Foi uma partida inesquecível'

Diante do San Lorenzo os artilheiros foram o meia Diego, o lateral Trauco, o volante Rômulo e o meia-atacante Gabriel. Guerrero ainda perdeu um pênalti.
Com exceção ao gol feito por Rômulo (de cabeça), todos os outros foram golaços. Diego marcou em cobrança de falta. Fora da área, Trauco recebeu a bola, girou e finalizou de perna esquerda. E Gabriel, na entrada da área, bateu colocado de perna direita.
GAZETAPRESS
Time do Flamengo que estreou na Libertadores contra o San Lorenzo
Time do Flamengo que estreou na Libertadores contra o San Lorenzo
  • Estreias do Fla na Libertadores
1981 - 2x2 Atlético-MG, estádio MineirãoDisputou a Libertadores pela primeira vez como campeão do Brasileiro de 1980. Apesar do empate na estreia, o time embalou no torneio e chegou até a final, somando sete vitórias e quatro empates. Na decisão, venceu o Cobreloa, do Chile, duas vezes e perdeu uma. Assim o time de Zico, Adílio, Nunes & Cia sagrou-se campeão sul-americano.
1982 - 0x1 Peñarol, estádio Centenário
Detentor do título, o Flamengo estreou no torneio já na fase semifinal. Na época, os finalistas saíam de dois triangulares. O time estreou com derrota, em Montevidéu. Chegou a ganhar os dois jogos seguintes contra o River Plate, da Argentina, mas nova derrota para o Peñarol, no Maracanã, fez o time parar mesmo na semifinal.
1983 - 1x1 Grêmio, estádio OlímpicoNovamente classificado como campeão do Brasileiro de 1982, o Flamengo chegou à Libertadores com expectativa. Mas não passou nem sequer da fase de grupos. Além do empate com o Grêmio na estreia, empatou outro jogo, venceu dois e perdeu dois. A chave tinha também os bolivianos Bolívar e Blooming.

00:00
02:41
Bandeira de Mello comemora partida no Maracanã: 'É a casa da torcida do Flamengo'

1984 - 4x1 Santos, estádio do Maracanã
Mais uma vez classificado como campeão brasileiro, o Flamengo finalmente venceu na estreia do torneio. E foi exatamente na primeira vez que abriu a competição em casa. A campanha na fase de grupos foi arrasadora: cinco vitórias e um empate. No triangularsemifinal, porém, teve de fazer jogo extra com o Grêmio, sendo eliminado.

00:00
01:16
Diego diz ter lembrado de Zico ao receber a 10, mas rechaça semelhanças: 'Só existirá um Zico'

1991 - 1x1 Corinthians, estádio José Fragelli
De volta ao torneio após seis edições, se classificou como campeão da Copa do Brasil de 1990. Passou como melhor no grupo do Corinthians, que tinha os uruguaios Nacional e Bella Vista. Eliminou o Deportivo Táchira nas oitavas, mas perdeu para o Boca Juniors nasquartas de final. Ganhou o primeiro jogo por 2 a 1 e perdeu o segundo por 3 a 1.
1993 - 0x0 Internacional, estádio Beira-Rio (eliminado nas quartas de final)Campeão brasileiro de 1992, esperava-se boa campanha do Flamengo neste ano. Foi o melhor numa chave com Internacional e os colombianos América de Cali e Atlético Nacional. Eliminou o venezuelano Minervén, mas foi eliminado pelo São Paulo nas quartas de final, após empate por 1 a 1 e derrota por 2 a 0.
2002 - 0x1 Once Caldas, estádio Palogrande
Campeão da extinta Copa dos Campeões de 2001, o Flamengo decepcionou ao retornar à Libertadores após oito edições. Foi o lanterna numa chave com o paraguaio Olimpia, a chilena Universidad Católica e o colombiano Once Caldas. Venceu apenas os colombianos por 4 a 1, no segundo turno. Foi eliminado na fase de grupos.
2007 - 2x2 Real Potosí, estádio Mario MercadoJogou o torneio como campeão da Copa do Brasil de 2006. Liderou o grupo com Paraná, o boliviano Real Potosí e o venezuelano Unión Maracaíbo. Foram cinco vitórias e um empate. Mas nas oitavas de final foi derrotado pelo uruguaio Defensor e foi eliminado.
2008 - 0x0 Coronel Bolognesi, estádio Jorge Basadre
Pela primeira vez foi para a Libertadores sem nenhum título nacional ou internacional no ano anterior. Mas empolgou. Teve a melhor campanha da primeira fase (quatro vitórias, um empate e uma derrota) contra Nacional-URU e os peruanos Cienciano e Coronel Bolognesi. Nas oitavas de final, foi eliminado pelo América, do México, com revés no Maracanã.
2010 - 2x0 Universidad Católica, estádio do Maracanã
Campeão do Brasileiro em 2009, o Flamengo venceu pela segunda vez numa estreia de Libertadores. Mas não teve vida longa no torneio. Foi segundo numa chave com Universidad de Chile, Universidad Católica e Caracas-VEN. Eliminou o Corinthians nas oitavas, mas foi eliminado pela Universidad de Chile nas quartas.
2012 - 1x2 Real Potosí, estádio Mario Mercado
De novo classificado sem ter sido campeão no ano anterior, jogou a fase preliminar do torneio e eliminou o Real Potosí, da Bolívia. Mas ficou na terceira colocação da chave 2, com Lanús, Emelec e Olimpia, sendo eliminado na fase de grupos.
2014 - 1x2 León, no Nou Camp
Campeão da Copa do Brasil de 2013, o Flamengo foi eliminado na fase de grupos de forma surpreendente, pois jogou em uma chave considerada fraca. Os rivais foram Bolívar, León-MEX e Emelec. Foram duas vitórias, um empate e três derrotas.

Nenhum comentário: