Lixo

Itabunense seja educado não jogue lixo na rua e nem no Rio Cachoeira. A Natureza agradece!

sábado, 15 de outubro de 2016

Joilson ex-candidato a prefeito de Camamu foi assassinado

Joilson Lima Oliveira, 44 anos, também conhecido por Joilson da Distribuidora, ex-candidato a prefeito de Camamu, foi assassinado a tiros, na manhã dessa sábado (15), dentro de seu estabelecimento comercial. Segundo informações, dois homens armados chegaram em uma moto Honda CB 300, cor vermelha, entraram no estabelecimento comercial de Joilson e deflagraram dois tiros de 12 contra a vítima.

 Um dos tiros atingiu o rosto de Joilson que morreu na hora. Joilson Lima (PV), que completaria 45 anos neste domingo (16), era dono de uma distribuidora de bebidas e era bastante conhecido na região.

Ele foi candidato a prefeito de Camamu pelo Partido Verde e obteve 1.640 votos (20,02%) nas eleições do dia 2 de outubro desse ano. A polícia militar realizou buscas na cidade a fim de encontrar algum suspeito, mas até o momento ninguém foi preso. A autoria e a motivação do crime ainda são desconhecidas. A polícia militar investiga o crime. (Ubaitaba.com)


É a violência sem freio no Estado da Bahia! onde o cidadão já não pode mais contar com a segurança do Estado, como dita a Constituição.

O sepultamento de Joilson, aconteceu ontem,16, domingo, dia de seu aniversario, quando completaria 45 anos. Centenas de pessoas acompanharam o  cortejo, pois o empresário era muito querido na cidade. 

MULTAS POR FAROL DESLIGADO ESTÃO SENDO APLICADAS

MULTAS ESTÃO VALENDO

ATÉ O DIA 11 DE NOVEMBRO, MAIS 56 PLACAS SERÃO INSTALADAS NAS DEMAIS RODOVIAS QUE CORTAM O DISTRITO FEDERAL
RODOVIAS JÁ ESTÃO SINALIZADAS E MULTAS POR FAROL DESLIGADO ESTÃO SENDO APLICADAS
SEGUNDO DER, FORAM INSTALADAS 59 PLACAS EM 22 ESTRADAS PARQUES
Publicado: 14 de outubro de 2016 às 17:26 - Atualizado às 17:44
O Departamento de Estradas e Rodagem do DF (DER-DF) já finalizou, na sexta (7) a instalação das placas de sinalização, informando a obrigatoriedade do uso do farol, nas rodovias do Distrito Federal. E com isso, os motoristas que trafegarem sem acender os faróis já podem ter sido multados.

O PT PAROU DE FALAR EM ELEIÇÕES

E O PT, SUBITAMENTE, PAROU DE PEDIR NOVAS ELEIÇÕES...
  •  
  •  
  •  
Há exatos 42 dias Dilma Rousseff teve seu mandato cassado pelo Senado Federal em processo de impeachment por crime de responsabilidade. Quando sumiram as dúvidas sobre qual seria o veredicto da Câmara Alta e no período imediatamente posterior à sessão de julgamento, a própria ex-presidente, os líderes do partido e sua militância passaram a clamar por novas eleições como forma de corrigir suposta ilegitimidade do mandato de seu vice. Alegando ser suprema exigência da legalidade e da legitimidade, a laboriosa tropa de choque do partido na Câmara e no Senado, várias vezes por dia, apontava esse caminho à nação. Durante seu interrogatório, Dilma insistiu reiteradamente nisso. Dois dias após a ex-presidente deixar a Granja do Torto, a Executiva Nacional do PT decidiu apoiar a proposta. As falanges vermelhas saíram às ruas com a mesma exigência. Elas, as novas eleições, e só elas, teriam o poder de ungir um novo governo capaz de  levar a nação, com segurança  e legitimidade, ao pleito de 2018.
Tratava-se de pretensão totalmente destituída de fundamento, posto que o vice-presidente é o substituto constitucional do titular do cargo. Gostos e desgostos das facções políticas, bem como suas mágoas e malquerenças são matérias subjetivas que não podem determinar o rumo de ações que tenham, como essa, roteiro expresso na Constituição.
O PT sempre pensou de modo diverso sobre a suposta sacralidade dos mandatos presidenciais. Ao longo de sucessivos governos de seus opositores, dirigiu gritos de "Fora!" a quem estivesse em seu caminho ou ocupando a poltrona que ambicionasse. Expedia requerimentos de impeachment assim como se puxa o gatilho em exercícios de tiro ao prato. Quando, finalmente, chegou ao poder, desfrutou de três mandatos em que não faltaram motivos para requerimentos de impeachment, mas as sucessivas vitórias eleitorais do partido e o clima político desaconselhavam qualquer providência nesse sentido.
Acontece que os partidos põem e a história dispõe. Estava escrito no calendário político que haveria eleições municipais logo ali adiante, um mês depois do impeachment. E foi o que se viu. O PT saiu das urnas ocupando uma discreta 5ª posição entre as forças políticas nacionais, atrás de todos aqueles a quem chamava "golpistas". E se recolheu ao Acre.
As questões que me ocorrem diante do acontecido são estas: foi o desastre eleitoral do dia 2 de outubro que fez o PT desistir de falar em novas eleições? Deixaram elas de ser incontornável exigência moral e condição de legitimação para exercício do poder? Seria tão casuísta assim a tese ardorosamente defendida até bem poucos dias?

Percival Puggina, membro da Academia Rio-Grandense de Letras, é arquiteto, empresário e escritor e titular do site www.puggina.org, colunista de Zero Hora e de dezenas de jornais e sites no país. Autor de Crônicas contra o totalitarismo; Cuba, a tragédia da utopia; Pombas e Gaviões; A tomada do Brasil. integrante do grupo Pensar+.

Detran abre 200 vagas para habilitação de ‘cinquentinhas’

Do jornaldamidia.com.br - Data: 


As inscrições para 200 vagas no curso de ACC da Escola Pública de Trânsito do Detran serão pelo site do órgão.
As inscrições para 200 vagas no curso de ACC da Escola Pública de Trânsito do Detran serão pelo site do órgão.
Para atender à reivindicação das associações de motociclistas de ‘cinquentinhas’, em Salvador, a Escola Pública do Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA) decidiu oferecer gratuitamente o curso para a emissão da Autorização para Conduzir Ciclomotores (ACC). O documento será obrigatório para motos de 50 cilindradas, a partir de 1º de novembro. Pilotar sem ACC caracteriza infração gravíssima, com multa no valor de R$ 574, 62. “O curso é uma iniciativa pioneira no Brasil, no setor público, que vai reforçar a segurança no tráfego da capital baiana, além de contribuir para a qualificação profissional no segmento”’, disse o diretor de Educação para o Trânsito do Detran, Eliezer Cruz.

HORÁRIO DE VERÃO COMEÇA A ZERO HORA DE HOJE

Horário de verão começa à meia-noite; relógios devem ser adiantados em uma hora


O horário de verão começa à meia-noite deste sábado (15), quando os relógios deverão ser adiantados em uma hora nos estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. A medida, que vai até o dia 19 de fevereiro de 2017, atinge 11 unidades da Federação: Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Espírito Santo.
horario_de_verao_vale_esta
A mudança é para aproveitar melhor a luminosidade do dia nesta época do ano, reduzindo o consumo de energia nos horários de pico e evitando o uso de energia gerada por termelétricas, que é mais cara e mais poluente do que a gerada pelas hidrelétricas.
A mudança no horário acontece sempre no terceiro domingo de outubro e termina no terceiro domingo de fevereiro, exceto quando coincide com o feriado de carnaval. No Brasil, o horário de verão tem sido aplicado desde 1931, com alguns intervalos.

IGREJA BATISTA MONTE ARARAT COMEMORA 31 ANOS PREGANDO O EVANGELHO

Clique para obter Opções Nos dias  22 e 23 deste mês acontecerá a comemoração do 31º aniversário da Igreja Batista Monte Ararat. Com o Preleitor Pastor Adimael Vasconcelos da Primeira Igreja de Tangará da Serra Mato Groso. As comemorações ainda contarão com as participações do Quarteto Harmonia da Igreja Batista Teosópolis e Coral Asas da Alva Igreja Batista Monte Ararat.

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Petrobras reduz preço da gasolina

Petrobras reduz preço da gasolina e do diesel nas refinarias em 3,2%


A Petrobras anunciou hoje (14) a redução do preço da gasolina em 3,2% em suas refinarias, a partir da zero hora de amanhã (15). Também haverá redução de 2,7% no preço do diesel. Os reajustes são reflexo de uma nova política de preçosaprovada ontem (13) pela empresa.
Se o repasse da redução no preço na refinaria for feito integralmente para o preço ao consumidor, as reduções serão de 1,4% na gasolina e 1,8% no diesel.(Foto: Reprodução)
Se o repasse da redução no preço na refinaria for feito integralmente para o preço ao consumidor, as reduções serão de 1,4% na gasolina e 1,8% no diesel.(Foto: Reprodução)
Se o repasse da diminuição no preço na refinaria for feito integralmente para o preço ao consumidor, as reduções serão de 1,4% na gasolina e 1,8% no diesel.
O impacto dessas reduções no bolso do consumidor dependerá das estratégias de cada posto. Mas, se o repasse da redução no preço na refinaria for feito integralmente para o preço ao consumidor, as reduções serão de 1,4% na gasolina e 1,8% no diesel.
A nova política terá preço de paridade internacional (PPI), margem para remuneração de riscos inerentes à operação e nível de participação no mercado. A empresa estabeleceu, entre outras coisas, que nunca terá preços abaixo da paridade internacional. A política de preço de paridade internacional (PPI) inclui os custos com frete de navios, custos internos de transportes e taxas portuárias.
Os preços serão revistos pelo menos uma vez por mês. Eles podem ser reduzidos, aumentados ou mantidos.