quinta-feira, 24 de novembro de 2016

JULGAMENTO DE FERNANDO GOMES TEVE INICIO, MAS NÃO TEVE FIM.



Fernando Gomes a esperança do povo de Itabuna
O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia realizando o julgamento hoje, 24, do processo do candidato a prefeito mais votado de Itabuna (com 34.156 votos), Fernando Gomes (DEM), quando o desembargador Alexsandro Costa Bastos, relator do processo, votou pelo deferimento do registro da candidatura de Fernando Gomes. O desembargador Paulo Roberto Lyrio Pimenta, que é juiz federal, abriu a divergência do voto do relator, e votou pelo o indeferimento do registro da candidatura de Fernando Gomes.


Mas o desembargador Marcelo Ayes, apresentou um pedido de vista, acatado pelo presidente, desembargador Mário Alberto Simões Hirs, acabou adiando mais uma vez o julgamento com data ainda a ser definida, para o julgamento novamente entrar em pauta.

O porquê da impugnação
A impugnação da chapa de Fernando Gomes havia sido motivada pelo fato do mesmo ter condenações no Tribunal de Contas da União e no Tribunal de Contas do Estado.

A defesa apresentou um fato novo, uma liminar suspendendo a condenação no Tribunal de Contas do Estado e efeitos suspensivos das condenações no TCU. O pedido de vista foi para analisar melhor o processo, não tem data para o processo voltar a ser julgado pelo pleno. Se até o dia 19 de dezembro Fernando Gomes não consiga reverter à situação, em janeiro o presidente da Câmara de Vereadores deverá ser empossado como prefeito interino, até a solução do problema ou a realização de uma outra eleição suplementar.

Nenhum comentário:

Brasil sofre ‘campanha de desinformação’ sobre meio ambiente, diz Bolsonaro na ONU

  O discurso foi apresentado por meio de um vídeo gravado. Por causa da pandemia de Covid-19, a reunião da ONU neste ano, baseada na sede da...