Vamos salvar o Rio Cachoeira! É o nosso maior patrimônio natural. Não jogue lixo em seu leito.

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Campanha contra hanseníase continua até sábado em Itabuna


A “Campanha ponto final na hanseníase”, promovida pela Secretaria Municipal de Saúde para o diagnóstico precoce da doença, aberta na segunda-feira, dia 21, em Itabuna, continuará atendendo ao público até o próximo sábado, dia 26, às 13 horas, na “Carreta da Saúde”, instalada na Praça Rio Cachoeira, nas proximidades da Câmara Municipal de Vereadores. Pessoas de qualquer idade podem ir à consulta apresentando um documento de identidade e o cartão SUS. 

O atendimento é gratuito e está sendo feito das 8 às 17 horas num caminhão equipado com consultórios, laboratório e uma equipe de médicos, fisioterapeutas, enfermeiros, técnicos e Agentes Comunitários de Saúde. No primeiro dia foram diagnosticados três casos, depois que 60 pacientes passaram por atendimento. Hoje, até o meio dia, um novo caso surgiu, após 30 atendimentos pela manhã. 
O secretário municipal de Saúde, Paulo Bicalho, explicou que a iniciativa de promover a campanha contra a hanseníase surgiu por conta do número de casos registrados este ano no município. Foram 31 notificações, daí a necessidade do diagnóstico precoce e do tratamento, se houver novos casos, e o combate à doença que segundo é crônica, contagiosa e transmitida de pessoa para pessoa.   

Os principais sintomas da doença, segundo o secretário, são manchas vermelhas ou esbranquiçadas na pele, dormência, queda de pelos e caroços que não sejam de nascença. Bicalho alerta para a importância do diagnóstico mais cedo, lembrando que, além da Carreta da Saúde, a consulta também pode ser feita nas Unidades Básicas de Saúde. Em caso de pacientes com diagnostico confirmados recebem tratamento e remédios gratuitos.

Para reforçar o controle e combate da hanseníase e da verminose, a Secretaria de Saúde de Itabuna iniciou também a campanha em todas as escolas da rede municipal e estadual, entre os dias 21 e 26 deste mês.

A coordenadora do Programa de Combate a Hanseníase em Itabuna, Moema Faria, informou que a campanha é uma ação conjunta entre o Ministério da Saúde, secretarias de Saúde da Bahia e Municipal de Saúde, Fundação Novartis e Organização Mundial de Saúde (OMS). A ação conta com vários profissionais, entre eles o sanitarista Humberto Barreto de Jesus, que é referência para a doença, além de médicos convidados, fisioterapeutas, enfermeiros, técnicos e Agentes Comunitários de Saúde.

Nenhum comentário: