DIGNIDADE

De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto. Rui Barbosa


FEIJOADA DO ALBERGUE BEZERRA DE MENEZES NA AABB, DIA 19 DE NOVEMBRO AO MEIO DIA. VALOR R$25,00 ADQUIRA O SEU BILHETE E CONTRIBUA COM QUEM PRECISA. TELEFONES (73) 3215-1511 E 9-8889-0991 E FAÇA UMA BOA AÇÃO!

sexta-feira, 15 de julho de 2016

MISSA DE 7º DIA DE ZÉ GÓIS SERÁ HOJE EM ILHÉUS


Missa de 7º Dia do empresário Zé Góis será celebrada hoje


Clique para obter Opções
Zé Góes, pecuarista e cacauicultor que ajudou a desenvolver o sul da Bahia

Pecuarista e cacauicultor que muito contribuiu para o desenvolvimento econômico e social do sul da Bahia. Essa é uma das definições de José de Souza Góes, mais conhecido como coronel Zé Góes, falecido no último dia 9, aos 86 anos. Ele terá sua memória reverenciada na sexta feira, dia 15, com Missa de 7º Dia, às 19h30, na Igreja Nossa Senhora de Guadalupe (bairro Pacheco), em llhéus, sua cidade natal.
 O empresário é apontado como precursor na criação das raças indubrasil (zebu) e nelore (gado de corte) no estado e era participante ativo da Associação dos Criadores de Gado Zebú (ABCZ). Segundo os amigos, ele deixa uma rica história de envolvimento nos setores público e empresarial de Ilhéus, Itabuna e demais municípios do sul baiano. Zé Góes, dentre suas atividades pecuaristas, também foi criador de cavalos mangalarga e um dos responsáveis pelo melhoramento genético da raça.
 Por - Luiz Stefanes

Nenhum comentário: