Vamos salvar o Rio Cachoeira! É o nosso maior patrimônio natural. Não jogue lixo em seu leito.

sábado, 26 de março de 2016

Encenação da Paixão de Cristo nas escadarias da Catedral emociona centenas de pessoas em Ilhéus

O espetáculo, que integrou a programação do Ilhéus Aleluia Festival, contou com a participação de 98 pessoas, entre 30 atores e 68 figurantes

Um dos momentos mais belos, reflexivos e emocionantes do Aleluia Ilhéus Festival, considerado como o maior evento da Semana Santa na Bahia, aconteceu na noite desta última sexta-feira, dia 25. Na oportunidade, a praça Dom Eduardo, na avenida Soares Lopes, ficou lotada para a encenação da Paixão de Cristo, espetáculo realizado há 27 anos pelo Grupo Jovens em Cristo, de Itabuna. A apresentação do espetáculo teatral foi um compromisso do prefeito Jabes Ribeiro, ao final da última edição do Aleluia Ilhéus. Veja também - Show de Jorge Vercillo reúne 15 mil pessoas 

 “Em 2014, durante a segunda edição do evento, sentimos a necessidade de termos um produto que aproximasse ainda mais o Aleluia de toda a religiosidade que caracteriza a Semana Santa. Além disso, o espetáculo representa um resgate das nossas tradições cristãs e espirituais”, comentou o prefeito ilheense, que assistiu ao espetáculo ao lado da primeira dama Adryana Ribeiro, da filha Bárbara e outros familiares, além do vice-prefeito Carlos Machado, que também esteve acompanhado de sua esposa, Dean Machado.
O diretor do espetáculo, Márcio Oliveira, informou que a encenação da Paixão de Cristo já passou por diversas cidades baianas, como Itajuípe, Una e Canavieiras. Segundo ele, “para participarmos do Aleluia Ilhéus Festival, reunimos 98 pessoas, sendo 30 atores e 68 figurantes”, disse. Ele acrescentou que a encenação ao ar livre dura cerca de 1 hora e meia e retrata as últimas 12 horas da vida de Jesus, incluindo o  nascimento, a vida, a pregação pública, os milagres, a morte e, por fim, a ressurreição.
Ao falar sobre a encenação da Paixão de Cristo no âmbito do Aleluia Ilhéus Festival, Márcio Oliveira elogiou a festa e a iniciativa do prefeito Jabes Ribeiro. “É um belo evento, mas que também mostra a sua preocupação com o plano espiritual. Afinal de contas, ainda estamos na quaresma, período que marca os 40 dias de sofrimento de Jesus no deserto e todas as dores que Ele suportou na cruz do calvário”, lembrou o diretor.
Opiniões – Na opinião do ator Edelvan de Jesus, que interpretou Pôncio Pilatos e o Rei Herodes, o espetáculo simboliza o amor de Cristo pelos seres humanos e, sobretudo, a sua imensa misericórdia pela humanidade. “Por isso, é fundamental que trabalhos como esse estejam presentes em todo o mundo. As novas gerações precisam                conhecer o sacrifício expiatório e redentor de Jesus”, enfatizou Edelvan.
Bastante emocionada, a dona de casa Valdecy Aragão, de 67 anos, que reside no bairro Conquista, declarou que a encenação da Paixão de Cristo foi uma das coisas mais bonitas que ela já viu em Ilhéus. “A juventude precisa se divertir. Mas também precisa conhecer a história do homem mais importante que já veio a este mundo”, salientou.
Aleluia – Além de grandes nomes da música nacional, como Jorge Vercillo e Paralamas do Sucesso, o Aleluia Ilhéus Festival, que acontece na avenida Soares Lopes até este sábado, dia 26, também é marcado por uma série de atividades, como exposições literárias, pavilhão de marcas de chocolate, vernissages de artistas plásticos         baianos, e exposição de agricultura familiar e de artes e feiras de economia criativa.
O Aleluia Ilhéus Festival, maior evento de artes integradas do Estado da Bahia, é uma realização da Prefeitura Municipal de Ilhéus, do Convention Bureau Costa do Cacau e Associação de Turismo de Ilhéus (Atil), com o patrocínio do Governo do Estado, através da, Secretaria de Turismo da Bahia, Bahiatursa, Bahiagás, Bahiapesca, Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (Car), Sebrae, Supermercados Meira, entre outros parceiros institucionais.
 Show de Jorge Vercillo reúne 15 mil pessoas no Aleluia Ilhéus Festival  
Além das músicas do novo CD, o cantor, violonista e compositor também presenteou o público com seus velhos sucessos. Entre eles, “Que Nem Maré”, “Homem Aranha” e “Encontro das Águas”.

Nem a forte chuva que caiu em Ilhéus, a partir das 23 horas, na noite desta sexta-feira, 25, afastou o grande público que prestigiou o show do cantor Jorge Vercillo, um dos mais esperados da terceira edição do Aleluia Ilhéus Festival, e de artistas locais, durante o evento realizado na avenida Soares Lopes. Por volta das 23h20min, o violonista e compositor Jorge Vercillo entrou no palco do Festival para apresentar o primeiro show dessa turnê, cantando músicas de seu novo trabalho, denominado “Vida é Arte”, como as belas “Pra Valer”, “Muamba” e “Talismã Sem Par”.
Durante o show, o artista carioca, que já vendeu mais de 1 milhão de CDs e DVDs, elogiou o Aleluia Festival e afirmou: “É um prazer começar esse trabalho, que deve rodar todo o país, em uma cidade tão bonita”. Segundo ele, o novo trabalho marca uma fase diferente na sua carreira. “E isso acontece porque estão presentes neste espetáculo os velhos sucessos. No entanto, pela primeira vez, estarei apresentando em um show várias músicas de um novo CD”, explicou o cantor. Segundo os organizadores da terceira edição do ‘Aleluia Festival’, cerca de 15 mil pessoas foram à avenida Soares Lopes na noite de 25 de março.
Jorge Vercillo lembrou que trazer para o palco músicas novas, que foram sendo lançadas na Internet desde o ano passado, é um risco. “Apesar disso, felizmente, já na passagem de som, que aconteceu horas antes do show, deu pra perceber a generosidade e a musicalidade do público ilheense”, reconheceu, e acrescentou: “o CD e a turnê trazem uma canção chamada ‘Noite dos Jangadeiros’, que fala da Festa de Iemanjá, celebração que tem tudo a ver com Ilhéus, a Bahia e Jorge Amado”.
Ao se referir ao evento, Vercillo comentou que o Aleluia Ilhéus Festival dinamiza diversos aspectos da vida cotidiana das pessoas. “Contudo, uma das coisas que mais me chamaram atenção foi o plano espiritual. Fico muito feliz cada vez que a igreja e os órgãos públicos se colocam como instrumentos de renovação, de estar junto da sociedade e de relembrar os bons valores. Então, uma festa dessa, na minha opinião, promove e reforça tudo isso”, avaliou. Durante o show, como Jorge Vercillo já havia anunciado, o público pôde cantar e se emocionar com seus velhos sucessos, como “Que Nem Maré”, “Homem Aranha” e “Encontro das Águas”.
Tributo à MPB – Antes do show de Jorge Vercillo, o Ilhéus Aleluia Festival abriu espaço para os talentos musicais do Sul da Bahia através de um grande tributo à Música Popular Brasileira (MPB). Pelo palco da Soares Lopes, passaram Jane Poeta, Keketa, Itassucy, Robson Carvalho, Nado, Leonardo Léo, Bebeto, Djalma Assis e Anne de Cidra. Para este sábado, 26, último dia do Aleluia Ilhéus Festival 2016, o evento reserva um belo Tributo ao Pop Rock e um grande e aguardado show com o Paralamas do Sucesso.
Acompanhando a passagem de som de Jorge Vercillo, o ilheense Moisés Vieira, que possui 32 anos e mora no Outeiro de São Sebastião, elogiou bastante a festa. “Evento fantástico, estrutura maravilhosa e atrações ainda melhores. Tudo lindo”, opinou, parabenizando o governo municipal pela realização, que, segundo ele, não só possibilita opções importantes de lazer e de cultura para o povo, como, também, auxilia o turismo.

Aleluia – Além de grandes nomes da música nacional, como Jorge Vercillo e Paralamas do Sucesso, o Aleluia Ilhéus Festival, que acontece na avenida Soares Lopes até este sábado, dia 26, também é marcado por uma série de atividades, como exposições literárias, pavilhão de marcas de chocolate, vernissages de artistas plásticos baianos, e exposição de agricultura familiar e de artes e feiras de economia criativa.
O Aleluia Ilhéus Festival, maior evento de artes integradas do Estado da Bahia, é uma realização da Prefeitura Municipal de Ilhéus, do Convention Bureau Costa do Cacau e Associação de Turismo de Ilhéus (Atil), com o patrocínio do Governo do Estado, através da, Secretaria de Turismo da Bahia, Bahiatursa, Bahiagás, Bahiapesca, Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (Car), Sebrae, Supermercados Meira, entre outros parceiros institucionais.
 Da - Secretaria de Comunicação Social

Nenhum comentário: