Vamos salvar o Rio Cachoeira! É o nosso maior patrimônio natural. Não jogue lixo em seu leito.

sábado, 13 de fevereiro de 2016

Após fortes chuvas, prefeitura inicia operação de recuperação de estradas vicinais


O município possui mais de 3 mil km de estradas vicinais que devem estar em boas condições de trafegabilidade para facilitar o  escoamento de grãos e plumas, o transporte escolar e melhoria no deslocamento de pessoas da zona rural à sede. Anualmente a Prefeitura Municipal de São Desidério  por meio da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos realiza entre os meses de janeiro a abril uma operação nestas estradas vicinais com recuperação de trechos danificados pela ação da chuva, cargas pesadas e até mesmo o tempo.


Neste ano as frentes de trabalho estão sendo realizadas e já concluíram a recuperação da estrada que liga o povoado de Almas à sede, um trecho que compreende 39 km de extensão, que receberam compactação com expurgo e levantamento de alguns trechos que beneficia também os povoados de Ilha 2, Cabeceira Grande, Vereda Grande, Timbós, Leão, Jacaré e Anastácio.  As estradas que interligam as localidades de Baixão, Carvalho e Periperi à BA que dá acesso a sede e ao município de Catolândia também foram revitalizadas, totalizando 04 km de extensão.

Já foi concluída a recuperação da estrada que liga o povoado de Batalha à Almas e Morrão de Cima. E está previsto para a próxima semana os serviços nas estradas de Cabeceira Grande, Palmeiral e Ponte de Mateus.  Segundo o secretário de Infraestrutura, Carlito Câmara os serviços de recuperação serão estendidos às demais estadas vicinais das localidades que foram danificadas com a ação das chuvas. "As chuvas nesta região foram intensas e degradaram as estradas, por isto temos o compromisso de recuperá-las para garantir o transporte escolar com segurança", disse.

"Trafegamos por estas estradas constantemente, e principalmente as crianças que vão para a escola na sede, e do jeito que estava nos preocupava, mas agora a estrada está um tapete, parece até asfalto", falou a moradora da localidade de Almas, Maria Pereira.
Da comunicação

Nenhum comentário: