Vamos salvar o Rio Cachoeira! É o nosso maior patrimônio natural. Não jogue lixo em seu leito.

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Por recomendação do MPE, Prefeitura de Ilhéus realiza recadastramento de feirantes da Central do Malhado

Secretaria de Indústria e Comércio vai iniciar atualização cadastral dos comerciantes, com a finalidade de inibir atividades ilegais no espaço
 A Prefeitura de Ilhéus, através da Secretaria de Indústria e Comércio (Sedic) e seguindo orientação do Ministério Público do Estado (MPE), realizará, nos próximos dias, o mapeamento dos comerciantes que atuam na Central de Abastecimento do bairro Malhado. De acordo com o titular da Sedic, Roberto Garcia, o ofício, expedido pelo promotor público Paulo Figueiredo, objetiva regular o funcionamento e inibir atividades ilegais no espaço.

Na central do Malhado, além de atualizar os cadastros dos feirantes, serão feitos levantamentos sobre as atividades desenvolvidas por cada um. “Estamos seguindo a recomendação do MPE no intuito de regularmos o comércio no local”, afirma Garcia. Trabalho semelhante a esse já foi realizado no Shopping Popular, localizado no centro de Ilhéus, também por recomendação do MPE.
Em ofício enviado à Secretaria de Indústria e Comércio, o promotor Paulo Figueiredo recomenda também ao município iniciar discussões com feirantes para elaborar um regulamento para a utilização daquele espaço público, realizar o recadastramento de todos os permissionários, com a finalidade de evitar comercialização de bebidas alcoólicas e exploração de jogos de azar, além de desativar bares e realizar estudos visando à requalificação.
Requalificação - Orçado em 33 milhões de reais, o projeto de requalificação da Central de Abastecimento do Malhado é resultado de uma parceria que envolve os governos municipal, estadual e federal, articulado pelo prefeito Jabes Ribeiro. De acordo com técnicos da Companhia de Ações Regionais (CAR), do governo da Bahia, além de atender a todos os requisitos básicos de saúde e higiene, as futuras instalações contarão com três pavilhões, sendo dois deles com andares superiores e o último com três andares.
De acordo com o prefeito Jabes Ribeiro, o principal objetivo do projeto é, por meio da requalificação, abrir novas oportunidades para os comerciantes que ali estão instalados e, com isso, facilitar o acesso da população.
Entre outros aspectos, o projeto prevê a cobertura do canal que passa em frente à Central. Está prevista, ainda, a construção de um anfiteatro, a céu aberto, para apresentações culturais, acesso gratuito à internet, instalação de um parque infantil, área para estacionamento (também na parte externa) e arborização apropriada, entre várias outras benfeitorias, tudo isso visando garantir o conforto e a comodidade de comerciantes e das 25 mil pessoas que, em média, circulam pela Central toda semana.
 Da Secretaria de Comunicação Social –Ilhéus, 17.08.15

Nenhum comentário: