Vamos salvar o Rio Cachoeira! É o nosso maior patrimônio natural. Não jogue lixo em seu leito.

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

MARINA SILVA INDICA APOIO A AÉCIO NEVES NO SEGUNDO TURNO

Destruída pelo PT, Marina indica apoio a Aécio.

Maioria dos apoiadores de Marina Silva desejam o apoio a Aécio
 
Fora do segundo turno, Marina Silva indicou na noite deste domingo (5), em sua primeira manifestação pública após a abertura das urnas, que apoiará o tucano Aécio Neves contra a presidente Dilma Rousseff (PT). A candidata do PSB criticou a "inédita e despropositada agressividade" da campanha petista e afirmou: "O Brasil sinalizou claramente que não concorda com o que está aí". 

Em seguida, lembrou sua posição em outubro de 2013, quando descartou ficar fora da disputa pelo Palácio do Planalto após ver fracassada a criação de seu partido. "Minha postura quando não foi feito o registro da Rede, de não me recolher numa anticandidatura, pode ser uma tendência", disse, em resposta sobre se permaneceria neutra entre Dilma e Aécio. 

Em 2010, quando também ficou em terceiro na eleição presidencial, Marina não optou por nenhum dos dois candidatos finalistas. "Sabemos que uma boa parte do Brasil, desde 2010, vem dando sustentação a uma mudança que seja qualificada [...] Não dá para tergiversar com o sentimento do eleitor", afirmou. 

Durante entrevista num espaço de eventos em São Paulo, Marina afirmou, porém, que discutirá o eventual apoio com os partidos que sustentaram sua candidatura e que a afinidade com seu programa de governo é a "base para qualquer diálogo". Marina caiu 12 pontos nas pesquisas após sofrer forte ataque na TV da campanha de Dilma. Aécio também investiu contra a pessebista. "Estou aqui não como uma derrotada, mas como alguém que sabe que não teve que abrir mão dos princípios para ganhar a eleição", disse a ex-senadora, arrancando aplausos da militância. 

Apesar da inclinação de Marina, há setores do PSB que defendem o apoio a Dilma, entre eles o presidente do partido, Roberto Amaral. Em reunião antes do evento, a ex-senadora discutiu os termos de seu pronunciamento com um pequeno grupo de assessores e familiares. 

Nessa reunião ficou claro que a posição pró-Dilma é minoritária. "Confesso que é muito difícil pensar em votar na Dilma depois do que sofremos", afirmou o vice de Marina, Beto Albuquerque. Um dos partidos aliados à então candidata, o PPS, já defende abertamente a adesão ao tucano. A expectativa é que a decisão seja anunciada até quarta-feira (8).

Mesmo tendo detectado a curva de crescimento de Aécio, o resultado final deixou muitos marineiros perplexos com a queda na reta final. Em números e percentual, a pessebista teve resultado muito próximo ao de 2010, quando foi candidata pelo PV. Questionada sobre seu futuro político, disse: "Em determinados momentos, temos de esperar pela história". 

A Marina que chegou ao primeiro turno neste domingo não era a mesma de 20 de agosto, quando foi oficializada candidata. A comoção pela morte de Eduardo Campos, sete dias antes, deu lugar à euforia de favorita, quando a primeira pesquisa após a tragédia que matou o ex-governador de Pernambuco indicou que ela era a única capaz de vencer Dilma. Após os ataques de PT e PSDB, tentou recuperar fôlego com viagens ao Nordeste e ao Sul, mas os números não respondiam. Ficou mais arredia, mais magra e mais rouca.(Folha de São Paulo)

Eles são sujos e corruptos.

Não é só o partido que é sujo e corrupto. A militância a soldo também é. Serão feitas acusações brutais contra Aécio Neves, não só as mentiras tradicionais sobre o fim de programas sociais, a privatização e a retirada de direitos de trabalhadores. Atacarão a pessoa de Aécio Neves com acusações infundadas contra o filho, o pai, o irmão, invadindo a sua vida privada para espalhar calúnias. A militância deles é suja, é podre, é paga. Hoje começamos uma nova guerra. E se tivermos que usar as mesmas armas, vamos usar. Porque eles estão perdidos. Desesperados. Se eles forem derrotados, milhares serão demitidos a bem do serviço público e dezenas de dirigentes serão presos por roubarem os cofres públicos. Eles precisam ganhar de qualquer jeito para abafar o mar de lama que vai virar um tsunami de denúncias com as delações premiadas.Vamos estar preparados para esta guerra. Qualquer mentira deve ser rebatida. Qualquer calúnia deve ser desmontada. Vamos limpar o Brasil. Vamos defender o nosso candidato. Vamos botar estes corruptos a correr da polícia, a fugir pra Cuba. A guerra começa agora. Para cada mentira, responda apenas isso: " não minta, corrupto!"

Nenhum comentário: