Vamos salvar o Rio Cachoeira! É o nosso maior patrimônio natural. Não jogue lixo em seu leito.

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Prefeito de Ilhéus discute com comunidade revitalização do Clube Social do Pontal

A proposta da população é transformar o espaço em um centro cultural que esteja a serviço da memória visual da localidade e do próprio conceito do Pontal como um bairro criativo.

 O prefeito Jabes Ribeiro, acompanhado do vice e secretário de Indústria e Comércio, Carlos Machado (Cacá), discutiu com representantes do Movimento Pontalense de Cidadania, Associação dos Moradores do Pontal (Amop), Instituto Nossa Ilhéus, Casa de Cultura Popular (Casar), Associação dos Diabéticos e Associação dos Moradores do Bairro Hernani Sá, entre outros, a proposta de revitalização do antigo Clube Social do Pontal (CSP), para transformá-lo em um Centro Cultural. Durante o encontro, que ocorreu na quarta-feira, dia 12, no salão nobre do Palácio Paranaguá, o chefe do Executivo elogiou os esforços da população local para resgatar o espaço, que é uma das iniciativas do Projeto Pontal Criativo.


Na ocasião, Jabes Ribeiro reforçou o desejo de participar ativamente do processo de requalificação, e designou o arquiteto Alan Dick Megi, servidor de carreira da Prefeitura de Ilhéus, para acompanhar os trabalhos de medição da área do CSP. O servidor também ficou encarregado de iniciar, sempre atendendo ao desejo da comunidade pontalense, os estudos necessários visando a elaboração de um projeto.


Conforme explicou o ex-vice-prefeito do município, Henrique Abobreira, membro do Movimento Pontalense de Cidadania, a criação do centro cultural deverá ocorrer mediante uma parceria público-privada. A ideia inicial, segundo Abobreira, é destinar o espaço à convivência social e às práticas comunitárias criativas. “O objetivo é criarmos um espaço integrado de artes e negócios que esteja a serviço da memória visual da localidade e do próprio conceito do Pontal como um bairro criativo”, explica. Segundo ele, as instalações do novo CSP também passariam a representar uma atração turística, além de abrigar reuniões comunitárias, centro de artesanato, espaço de lazer e esportes, exposições e pequenas apresentações artísticas.


Clube Social do Pontal - Localizado na Rua Coronel Pessoa, o Clube Social do Pontal (CSP) foi fundado nos anos 40 e, ao longo das décadas seguintes, acabou se transformando em um verdadeiro templo do carnaval popular e de inúmeros outros eventos festivos. Todavia, a partir do início dos anos 90, o espaço entrou em profundo declínio, encontrando-se, nos dias de hoje, inteiramente abandonado.


Além do resgate do antigo Clube Social do Pontal, o Projeto Pontal Criativo contempla diversas outras iniciativas, como a reforma completa da Praça São João Batista, a Feira Integrada de Artes e Negócios e o Festival Gastronômico ‘Da Mata ao Mar’.  A concepção de ‘Bairro Criativo’, de acordo com a coordenadora regional do Sebrae, Claudiana Figueiredo, passa pela capacidade da população identificar seus problemas e encontrar soluções sempre ‘de forma criativa’. “Os conceitos de bairro criativo e de economia criativa apresentam o desenvolvimento econômico sustentável calcado no talento das pessoas, realidade que, sem dúvida alguma, amplifica as inúmeras oportunidades de emprego e renda”, afirma a coordenadora.
Com apoio da Prefeitura de Ilhéus, através de suas diversas secretarias, e do Sebrae, que subsidia tecnicamente a iniciativa, o Pontal Criativo está sendo realizado pela própria população local, em parceria com diversas entidades, como o Movimento Pontalense de Cidadania, a Associação de Moradores do Pontal (Amop), o Instituto Nossa Ilhéus e a Casa da Cultura Popular, entre outros.

Da - Secretaria de Comunicação Social

 www.ilheus.ba.gov.br

Nenhum comentário: