sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Pequenos produtores voltam a fazer graves denúncias contra supostos índios

Representantes da Associação de Pequenos Agricultores dos Municípios de Ilhéus, Una, Buerarema e São José, deputados, vereadores da região e membros de associações e sindicatos regionais se reuniram na manhã desta sexta-feira (14) com o assessor da presidente da república, Dilma Rousseff, Nilton Godoy Tubino, onde apresentaram uma série de denúncias graves envolvendo os supostos índios Tupinambá. Na lista de denúncias contra os supostos índios estão a prática de vários crimes que vão de estupros, assaltos e até assassinatos.


Os denunciantes informaram que na verdade os supostos índios que vem provocando o medo e a morte na região nada mais são que integrantes de uma quadrilha especializada e treinada para saquear, torturar e até matar. Por conta da violência que se instalou na região, os políticos e pequenos produtores rurais solicitam mais uma vez ao Governo Federal que tome as necessárias providências, faça cumprir a lei e a ordem, ao invés de incentivar e patrocinar os infratores.

Na reunião a deputada estadual Ângela Sousa falou da situação de violência em que vive a região e cobrou dos governos estadual e federal ações emergenciais para garantir a paz e a reintegração imediata das terras invadidas pelos supostos índios Tupinambá. A deputada estadual reafirmou que essa situação de conflitos, medo e insegurança não pode continuar, sendo necessária uma intervenção maior do Governo Federal para que o problema seja resolvido.

Os pequenos agricultores também apresentaram ao assessor da presidência uma pauta de reivindicações onde consta, dentre outros itens, uma audiência com a presidente Dilma Rousseff, com o procurador Geral da República e representantes do Supremo Tribunal Federal para que possam explicar a situação da região onde, segundo eles, bandidos se passam por índios para roubar terra, saquear e até matar. Eles também pediram a instauração de inquérito para apurar o cadastramento fraudulento de pessoas não índio feito pela Funai, solicitando inclusive informações dos antecedentes criminais desses cadastrados.


Nilton Godoy Tubino falou das ações que já estão sendo adotadas visando assegurar a ordem e garantiu que as reivindicações feitas pelos pequenos agricultores serão encaminhadas para a presidente Dilma Rousseff. Uma nova reunião entre representantes da presidência da República, Força Nacional e Associação de Pequenos Agricultores dos Municípios de Ilhéus, Una, Buerarema e São José está marcada para a manhã deste sábado para retomada das discussões e a busca de soluções.

Por - Edy Camargo

Nenhum comentário:

Brasil sofre ‘campanha de desinformação’ sobre meio ambiente, diz Bolsonaro na ONU

  O discurso foi apresentado por meio de um vídeo gravado. Por causa da pandemia de Covid-19, a reunião da ONU neste ano, baseada na sede da...