Lixo

Itabunense seja educado não jogue lixo na rua e nem no Rio Cachoeira. A Natureza agradece!

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Reunião da ACI apresentou fases do Porto Sul

Marivaldo, José Humberto, Luiz Ribeiro, Tarcísio, Aldenes e Andirlei 
Com a promessa de novos investimentos para a região Sul da Bahia, os empresários e lideranças políticas defenderam a implantação do Porto Sul, nesta segunda-feira (9), durante a 10ª Reunião Ordinária da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna (ACI). De acordo com o coordenador de Articulação Social da Secretaria de Relações Institucionais do Estado, Marivaldo Dias, entre as licenças para a construção do empreendimento na região de Aritaguá, em Ilhéus, o Governo da Bahia aguarda, ainda esse ano, o anúncio da concessão da outorga de autorização da Agência Nacional de Transportes Aquaviário (Antaq).

Marivaldo Dias
O Porto Sul, assim como a Ferrovia Oeste-Leste, o novo aeroporto e a duplicação da BR-415 são projetos em processo de implantação pelo Governo do Estado da Bahia, que segundo Marivaldo, “são empreendimentos estratégicos que convergem em um único objetivo, que é interligar todos os estados brasileiros, chegando à condição de importância internacional. Ou seja, é um projeto de dimensões regional, nacional, internacional”, explica.
Durante a apresentação dos estudos, o coordenador de Articulação Social da Serin revelou que o Porto Sul já recebeu licença prévia do Ibama, aprovando sua viabilidade ambiental. A Marinha do Brasil deu seu aval para as questões de segurança quanto a navegação marítima (Norma 11). Junto a Superintendência do Patrimônio da União (SPU), o projeto teve autorização para implantação do equipamento em área terrestre. Para dar início as obras, o Estado aguarda a emissão da Licença de Implantação (LI) do Ibama.
Para o presidente da ACI, o empresário Luiz Ribeiro, a reunião foi importante, pois esclareceu em que fase se encontra o projeto de implantação do Porto Sul e convocou a participação de todos os empresários e a sociedade nas audiências públicas em Ilhéus, dia 12, no Centro de Convenções e, em Itabuna, dia 13, na Vila Olímpica. “As audiências estarão sendo realizadas para decidir sobre o relatório dos estudos. Por isso, é muito importante a participação de todos para que possamos fazer as intervenções necessárias e com propriedade”.
Investimentos x Impactos
Em meio aos investimentos e impactos que serão causados a partir da implantação do empreendimento, o publicitário e empresário, Tião Barros destacou que a instalação do Porto Sul é fundamental e faz-se urgente para a sobrevivência da região. “É a única esperança viável e factível. Os impactos vão existir sempre, mas pior que isso é não ter desenvolvimento em uma região tão carente de investimentos”, declarou.
Assim como Tião, o presidente da Câmara de Dirigentes Logístas (CDL) de Ilhéus, Paulo Ganem, defende a vinda do Porto Sul para o desenvolvimento das cidades de Itabuna, Ilhéus e municípios circunvizinhos. Segundo ele, vários empreendimentos serão instalados nas proximidades do Porto Sul, gerando uma maior circulação de renda no comércio. Sobre as questões ambientais, ele revela que precisam ser resolvidas, “mas precisamos sanar as necessidades de uma população em geral”.
O secretário de Indústria, Comércio e Turismo da Prefeitura de Itabuna, José Humberto Martins declarou que a vinda do investimento gera uma expectativa de desenvolvimento mais acelerado para a população itabunense, tendo em vista que a cidade está localizada em um ponto estratégico no Sul da Bahia, entre a Br-415 e Br-101. “Isso fará com que a região venha ter um lugar de destaque no cenário nacional”, avaliou.
Da mesma forma, o presidente da Câmara de Vereadores de Itabuna, Aldenes Meira ressalta a importância do investimento que está sendo feito pelo Governo do Estado da Bahia, sempre buscando minimizar os impactos ambientais, sociais e econômicos, “mas não podemos deixar que as discussões ambientais venham ser contra o desenvolvimento. Sou a favor do investimento, que há meu ver já está vindo tarde para a região”.
Sobre o projeto de implantação do Porto Sul, o presidente da Ordem dos Advogados da Bahia (OAB), Subseção Itabuna, Andirlei Nascimento ressaltou que é um debate importante e, através de uma solicitação do presidente da entidade à nível estadual, estará formando uma comissão de advogados que estarão avaliando os reais benefícios e impactos negativos a partir do investimento na região Sul da Bahia.
 

Por - Viviane Cabral 

Nenhum comentário: