Vamos salvar o Rio Cachoeira! É o nosso maior patrimônio natural. Não jogue lixo em seu leito.

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Projeto da Estrada do Cacau e do Chocolate é formalizado nesta sexta-feira em Salvador

Com a formalização do termo, serão repassados recursos para ser investidos na formatação do produto que está prevista para ser concluída até julho de 2014, quando será realizada mais uma edição do Festival do Chocolate.


O projeto da primeira estrada temática da Bahia, a Estrada do Cacau e do Chocolate, que liga os municípios de Ilhéus e Uruçuca, será formalizado nesta sexta-feira, dia 13, em Salvador. O novo produto turístico oferecerá muita história, riqueza natural e arquitetônica, gastronomia local, especialmente as guloseimas produzidas com o cacau. O visitante vai conhecer detalhes da lavoura cacaueira, incluindo aspectos que vão desde a plantação à transformação do fruto em chocolate, móveis e objetos coloniais, como uma espada que pertenceu a Dom Pedro II e uma carta Papal.
A solenidade de formalização contará com a presença do governador da Bahia Jaques Wagner, dos prefeitos dos municípios de Ilhéus, Jabes Ribeiro, e de Uruçuca, Fernanda Silva, dos secretários de Turismo do Estado, Domingos Leonelli, e de Ilhéus, Alcides Kruschewsky. Também participarão do evento, o presidente do Convention  Bureau, Luid Massa, e da Associação de Turismo de Ilhéus (Atil), Marco Lasso.  
Com o termo, serão repassados recursos para a formatação do produto que está prevista para ser concluída até julho de 2014, quando será realizada mais uma edição do Festival de Chocolate. De acordo com o projeto, serão instalados dois portais indicando as extremidades da estrada (no Distrito Industrial de Ilhéus e no entroncamento da BR 101, em Uruçuca) e placas de sinalização em todo o percurso, além da implantação de um quiosque de informações turísticas. Os recursos também serão aplicados na capacitação dos trabalhadores da região para o receptivo turístico e na execução de ações promocionais do roteiro nos principais fóruns do setor em todo o país.
Gestão – A estrada será gerida por um comitê formado por representantes dos governos do Estado e dos municípios limítrofes, da Atil e do Convention Bureau. De acordo com o presidente da Atil, Marco Lessa, a Estrada do Cacau e do Chocolate pode se transformar em um produto de padrão internacional e já surge com a perspectiva do turismo sustentável. Embora a previsão é que a formatação do trajeto esteja concluída em julho próximo, já e possível fazer o percurso a partir deste mês de janeiro, quando as operadoras começam a oferecer o produto.
Ao longo da Estrada do Cacau e do Chocolate, os visitantes encontrarão seis fazendas formatadas para o receptivo e durante o percurso será possível sentir o aroma do chocolate produzido por empresas instaladas no local. Os turistas também poderão ficar hospedado na própria estrada. A Fazenda Mucambo, situada no trajeto, será transformada em um hotel com 16 suítes. “Com a oferta desse novo produto, possibilitamos a permanência do visitante por mais tempo em nossa região, o que vai fomentar ainda mais a atividade turística, além disso, a Estrada do Cacau e do Chocolate irá colaborar com a redução da sazonalidade, uma vez que o seu usufruto é possível em qualquer estação”, afirma o presidente da Atil.
 Da - Secretaria de Comunicação (Secom)-Ilhéus – 12.12.13

Nenhum comentário: