Lixo

Itabunense seja educado não jogue lixo na rua e nem no Rio Cachoeira. A Natureza agradece!

sábado, 14 de dezembro de 2013

CAPITÃO AZEVEDO: SEREI PRÉ-CANDIDATO A DEPUTADO

Via telefone – o ex-prefeito Capitão Azevedo hoje (14), pela manhã (8:50) concedeu entrevista ao jornalista Ederivaldo Benedito, programa “Bom dia Bahia”, transmitido pela Rádio Nacional, sobre a rejeição de suas contas ontem (13) pela Câmara Municipal de Itabuna.

Azevedo disse que a respeito, já está tomando as providencias cabíveis, através, do advogado Alann Góes, na Justiça para ver a questão, mas que os itabunenses fiquem tranquilos que ele será pré-candidato a deputado nas próximas eleições.

Sobre a posição do deputado Augusto Castro e do vereador Zé Silva que já foram seus aliados no governo, disse que não entendeu a posição deles, e que poderia só formar uma opinião, assim que ouvisse o deputado Augusto Castro.

“Uma coisa eu garanto: no governo tentei acabar com o bolsão de pobreza das pessoas humildes da minha querida Itabuna, e sair de mãos limpas, como entrei. Sou um homem honesto e respeitado. Eles aguardem, a Justiça vai dizer”.

Disse o Capitão Azevedo, enfatizando que a sua consciência está tranquila. “Ninguém joga pedra em árvore que não dá frutos”.

A realidade é que alguns aliados de Azevedo lhe traíram, uma decisão que já vinha acontecendo, desde o final de seu governo, levando a infidelidade a corrente politica, e optando por interesse, maior, que não fosse o povo. 

Veja as discussões dos vídeos da chapaquente:  
  






Opinião do Prefeito Vane
   
O prefeito de Itabuna, Claudevane Leite, comentou o resultado da votação que rejeitou as contas do ex-prefeito José Nilton Azevedo, ocorrida ontem (13) na Câmara de Vereadores, como sendo uma importante manifestação da democracia que reina no legislativo itabunense. Lembrando que sempre procurou respeitar a independência da Câmara e de cada vereador, Vane explicou que ele chamou os sete vereadores eleitos pelos partidos da coligação que o apoiou e pediu que fossem coerentes na hora de decidir o posicionamento e o voto.

“Eu fui um vereador independente e procuro deixar claro que, mesmo os poderes atuando harmonicamente pelo bem da cidade, a Câmara e os seus membros não devem qualquer obediência ao prefeito, ao Poder Executivo. Penso que em uma votação como essa a consciência de cada vereador é quem deve orientar sua posição. Mesmo assim, considerando a postura que nós adotamos na campanha, quando denunciamos os erros e as mazelas da administração passada, era nossa obrigação ressaltar para os vereadores que fazem parte da nossa bancada a importância manter a coerência, seguindo o parecer do TCM”.


Para o prefeito de Itabuna, o posicionamento de todos os vereadores merece respeito: “Cada um tem suas convicções e eu não posso julgar a atitude de nenhum dos que votaram, seja contra ou a favor”, afirmou Vane, acrescentando que o resultado da votação das contas do ex-prefeito Azevedo marca um momento histórico que deverá balizar as demais votações desse tipo daqui para frente. “A Câmara tomou uma decisão que vem ao encontro do que deseja a sociedade. O debate, a votação e o resultado nos fazem confiar ainda mais na democracia naquela Casa e na nossa política”, acredita o prefeito.
Da assessoria do Prefeito
   

Nenhum comentário: