Vamos salvar o Rio Cachoeira! É o nosso maior patrimônio. Não jogue lixo em seu leito. Povo limpo, cidade civilizada... Vamos preservar a nossa história.

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

CARLOS COELHO AFRONTA O DEM - Paulo Lima

Ao assumir, pela segunda vez, a cadeira de vereador no Plenário Raimundo Lima, da Câmara de Itabuna, o médico Carlos Coelho arrepiou, no seu pronunciamento, os democratas da cidade.

Agradecendo aos que tornaram possível o seu retorno à Casa das Leis do Legislativo, o parlamentar municipal ressaltou o empenho do prefeito Vane por ter deixado na Prefeitura pessoas nomeadas por ele quando foi investido, no inicio do ano, no cargo de vereador.

O pronunciamento de Carlos Coelho (DEM) pode ter passado despercebido para a maioria  dos presentes à aquela Casa na tarde da última quinta-feira,3, (a Câmara realizava uma sessão especial para regulamentação do serviço de moto-taxi) porém foi captado por algumas pessoas que ali se encontravam e ficaram estupefatas com as revelações do representante democrata na Câmara  Municipal.

 Qual será então o posicionamento da presidente do DEM em Itabuna, Maria Alice, em relação ao seu liderado? Ora, agradecendo ao prefeito Vane pela manutenção de cargos o edil se apresenta como um homem público subserviente ao Poder Executivo.

Ao assim proceder, o médico/vereador  quebra  a fidelidade partidária como também a ética, além de se mostrar como incompetente para fiscalizar atos do prefeito Claudevane Moreira Leite, que agora aumenta a sua base de sustentação no Poder Legislativo de Itabuna.

O médico Carlos Coelho assegurou que viveu uma “via-crucis” nestes últimos  meses em que teve de enfrentar nos tribunais o seu  companheiro de partido, vereador Solon Pinheiro. Será  que o vereador não teve ajuda de seus apadrinhados e expressões politicas de Salvador e região para carregar a sua cruz, a exemplo dos deputados Ronaldo Carleto e Sandro Regis?

Ele também disse que nas próximas reuniões da Câmara a população itabunense vai ficar sabendo de toda a sua trajetória e o que passou nas barras dos tribunais até chegar a reassumir a sua cadeira na Câmara de Vereadores de Itabuna.


*Jornalista e membro da Academia Grapiúna de Letras de Itabuna  

Nenhum comentário: