Vamos salvar o Rio Cachoeira! É o nosso maior patrimônio natural. Não jogue lixo em seu leito.

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Ilhéus inicia processo para recuperar Teatro Municipal

Após a realização de uma vistoria técnica e tomar conhecimento do laudo elaborado pelos especialistas, a Prefeitura de Ilhéus deu início aos procedimentos para deflagrar o processo de recuperação do Teatro Municipal. A Fundação Cultural de Ilhéus (Fudaci) relacionou os equipamentos necessários para o funcionamento do teatro, os engenheiros do município estão estudando o projeto de reestruturação do prédio e o prefeito Jabes Ribeiro já entrou em contato com órgãos competentes para a formação de parcerias. “Mantivemos contato pessoalmente com dirigentes de órgãos do governo estadual e conseguimos apoio para a reforma do teatro”, informou o prefeito.
O presidente da Fundaci, Paulo Atto, explica que o teatro teve que ser fechado, conforme recomendação do laudo técnico realizado pelos engenheiros da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur). Segundo o laudo, é preciso substituir a cobertura do sistema de ar condicionado e da calha metálica que cobre a plateia, bem como recuperar as vigas metálicas que estão sofrendo um adiantado quadro de corrosão. Ele garantiu que a interdição não trouxe danos à programação cultural do município. “De janeiro a junho, havia apenas seis espetáculos confirmados e quatro reservas”, afirmou.
Os técnicos constataram a existência de uma rachadura na calha metálica do lado direito da cobertura, o que permitiu a infiltração da água da chuva e provocou a corrosão de duas vigas metálicas que suportam parte do forro da plateia. Além disso, foi verificada que toda a estrutura metálica que sustenta a cobertura em telha de alumínio, que protege a casa de máquinas do sistema de ar condicionado, está em avançado estado de corrosão, “podendo desabar a qualquer momento”, conforme atesta o laudo.
Conforme Atto, a proposta da prefeitura é reabrir o teatro com todos os requisitos necessários para o melhor conforto dos artistas e dos espectadores. “Estamos fazendo tudo para que o teatro volte a funcionar com as melhores condições de atendimento”, destacou o presidente da Fundação.
Casa de Cultura Jorge Amado – Outro equipamento público que também receberá intervenções pontuais, para recuperar estruturas danificadas, é a Casa de Cultura Jorge Amado, mas, ali, não será necessário interditar o acesso do público. De acordo com o estudo, também realizado por técnicos da Sedur, é preciso a interdição apenas da lateral direita do prédio e do acesso à varanda do segundo pavimento do lado esquerdo, a descupinização do madeirame, além da limpeza de calhas e uma revisão no telhado.
No laudo, os engenheiros disseram ter constatado fissuras nos elementos decorativos em alvenaria nos beirais das duas laterais da fachada da Casa Jorge Amado. Também existem vazamentos em paredes do segundo e do terceiro pavimentos - e neste foi constatada a presença de brocas e cupins na madeira da cobertura.
Secretaria de Comunicação Social (Secom)
Ilhéus – 25.02.2013

Nenhum comentário: