Vamos salvar o Rio Cachoeira! É o nosso maior patrimônio. Não jogue lixo em seu leito. Povo limpo, cidade civilizada... Vamos preservar a nossa história.

terça-feira, 19 de junho de 2012

Ceplac se apresenta hoje na Rio +20


A apresentação da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac) na Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), acontece hoje, às 14 horas, na Embrapa Solos. O projeto apresentado  está entre os exemplos brasileiros de agricultura sustentável a serem apresentados para o mundo.
No dia 18, às 14 horas, na Embrapa Solos, a SDC debateu sobre a Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica, proposta do governo federal para aumentar a produção do setor. As práticas de fixação biológica de nitrogênio (que reduz custos e a emissão de gases do efeito estufa, além de melhorar a fertilidade do solo) e a adubação verde (que adiciona leguminosas na superfície do solo para enriquecê-lo nutricionalmente) também fizeram parte dos temas discutidos.
Neste cenário, os benefícios da utilização do sistema sustentável cacau-cabruca, técnica utilizada há mais de dois séculos no sul da Bahia, será o tema exclusivo apresentado pelo Mapa nesta terça-feira, 19 de junho. Com início às 9 horas, na Embrapa Solos, técnicos e agricultores vão apresentar os resultados das plantações cacaueiras que utilizam a prática da cabruca – que vem do termo “brocar” (ralear), sistema agroflorestal que associa a agricultura com a manutenção de parte da mata atlântica.
A Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA) do ministério promove, no dia 20 de junho, às 14h, na Embrapa Solos, o debateAgropecuário e Sustentabilidade: exemplos de sucesso. Serão apresentadas as experiências com o programa de saúde animal na pecuária do leite, além da discussão de temas como pecuária verde e produção orgânica.
O Mapa ainda terá três painéis sobre outros temas durante a Rio+20. O primeiro deles, Cooperativismo e sustentabilidade, será discutido no dia 21 de junho, às 19 horas, na Arena do Pavilhão Brasil. No dia 22 de junho, outros dois painéis completam a programação: Política Agrícola Brasileira, às 9 horas, e Agroenergia, às 14h, ambos na Embrapa Solos.
Outro tema em destaque é a discussão do Plano Nacional de Silvicultura com Espécies Nativas e Sistemas Agroflorestais (Pensaf), que faz parte das prioridades do Programa Nacional de Florestas como opção para expansão de florestas plantadas e recuperação de áreas degradadas.
A iniciativa é uma ação integrada entre os ministérios do Meio Ambiente, da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, da Ciência e Tecnologia e do Desenvolvimento Agrário, além de organizações da sociedade civil.

Nenhum comentário: