Vamos salvar o Rio Cachoeira! É o nosso maior patrimônio. Não jogue lixo em seu leito. Povo limpo, cidade civilizada... Vamos preservar a nossa história.

domingo, 6 de maio de 2012

Com bicicleta de Fred, Flu goleia, põe a mão na taça e derruba invicto Botafogo

Reprodução/ESPN
Depois de passar os primeiros 24 jogos da temporada invicto, o Botafogo foi o último time entre os 40 das duas principais divisões do futebol nacional a perder uma partida em 2012


Caiu o último invicto das Séries A e B do futebol brasileiro. O Botafogo até saiu vencendo o Fluminense neste domingo, no Engenhão, pela primeira partida da final do Campeonato Carioca, mas levou a virada por 4 a 1. Com o resultado, o time tricolor, que chegou ao quinto triunfo nos últimos seis jogos, pode até perder a segunda partida por dois gols de diferença que ficará com o título estadual, o seu primeiro desde 2005.

Depois de passar os primeiros 24 jogos da temporada invicto, o Botafogo foi o último time entre os 40 das duas principais divisões do futebol nacional a perder uma partida em 2012. O último revés havia ocorrido em 27 de novembro de 2011 diante do Atlético-MG por 4 a 0, no Campeonato Brasileiro.

Neste domingo, o Botafogo saiu na frente com um gol de Renato, mas Fred empatou com um belo gol de bicicleta. Na etapa final, o time alvinegro ficou com um jogador a menos depois da expulsão de Lucas. O Fluminense aproveitou a vantagem numérica, marcou duas vezes com Rafael Sóbis, uma com Marcos Junio e definiu a vitória.

A final deste ano pode ser considerada histórica, pois apesar de reunir dois clubes de tradição, a última vez que eles decidiram o torneio foi em 1971, quando o Flu ficou com o título. Naquela ocasião o triunfo foi por 1 a 0, com um gol cercado de polêmica, já que os botafoguenses reclamam até hoje de uma falta do lateral Marco Antônio no goleiro Ubirajara. Se o Fluminense ganhou aquela edição, na última final entre eles quem levou a melhor foi o Glorioso, que fez 1 a 0 ganhando a Taça Rio de 2008.

O duelo de volta da final do Campeonato Carioca ocorrerá no próximo domingo, às 16h (de Brasília), também no Engenhão.

O jogoAnimado com o bom momento, o Botafogo tomou a iniciativa na partida e precisou de apenas oito minutos para abrir o placar. Fellype Gabriel cruzou na área, Carlinhos cortou parcialmente e, no rebote, Renato concluiu no canto para superar o goleiro Diego Cavalieri.

A vantagem parece ter mexido com a mentalidade do time alvinegro que passou a ser mais defensivo e viu o adversário ficar com maior posse de bola e criar boas chances de empatar o confronto. Três minutos depois, Fred ajeitou, Carlinhos finalizou e Jefferson espalmou. Aos 22, Thiago Neves, que estava praticamente descartado para a partida, chutou forte e exigiu boa defesa de Jefferson.

Dominando o jogo, o Fluminense seria recompensado aos 43 minutos e em grande estilo. Thiago Neves cruzou na área e Fred finalizou de bicicleta. Jefferson ficou parado e viu a bola entrar no canto direito. Ao término da primeira etapa, o time tricolor criou 12 oportunidades de gol, enquanto o adversário apenas duas.

Na volta para os últimos 45 minutos, o Botafogo mudou a postura e passou a se lançar mais ao ataque para buscar o segundo gol. Aos seis minutos, Maicosuel cobrou falta na área e Loco Abreu cabeceou para defesa de Diego Cavalieri. Porém, a tentativa do time alvinegro em buscar a vitória começou a desmoronar quando Lucas calçou Thiago Neves por trás, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso de campo, aos dez.

Mal sentiu o baque de ficar com um jogador a menos e o Botafogo levou a virada. No minuto seguinte, Deco fez ótimo passe na área e Rafael Sóbis concluiu, com categoria, no ângulo direito da meta adversária. Embalado, os comandados de Abel Braga ampliaram a vantagem pouco depois. Aos 19, foi a vez de Thiago Neves dar boa assistência e ver Rafael Sóbis driblar o goleiro e concluir para as redes.

Na parte final do duelo, o Fluminense ainda explorou o fato de ter um jogador a mais e criou chances de transformar a vitória em goleada, e conseguiu isso aos 38 minutos, quando Marcos Junio foi acionado por Fred, tocou na saída de Jefferson e deixou o time tricolor próximo do título estadual.

Nenhum comentário: