Vamos salvar o Rio Cachoeira! É o nosso maior patrimônio. Não jogue lixo em seu leito. Povo limpo, cidade civilizada... Vamos preservar a nossa história.

sexta-feira, 11 de março de 2011

FTC seleciona professores para os cursos de Fisioterapia e Engenharia


 Até a próxima quarta-feira, dia 16, a Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC) de Itabuna estará com o período de inscrições abertas para a seleção pública de novos professores para os cursos de Engenharia Civil e Fisioterapia. As regras para o processo seletivo, que será concluído com aula pública ministrada pelo candidato, estão contidas no Edital nº 03/2011 divulgado pela FTC que poder ser consultado do site da Instituição: www.ftc.br

        Para os candidatos à área de Engenharia Civil é exigido, além de formação superior como engenheiro civil, no mínimo, pós-graduação em áreas correlatas para ministrar a matéria Estruturas Metálicas e Estruturas de Madeira. Aos candidatos para o curso de Fisioterapia é necessário formação superior como fisioterapeuta e pós-graduação em áreas correlatas para ministrar as disciplinas Fisioterapia Pediátrica, Fisioterapia em Algologia/Neonatologia e Desenvolvimento Humano.  

Para proceder à inscrição, os interessados devem encaminhar ao setor de Gestão de Pessoas, que funciona no 7º andar do edifício sede da FTC, localizada na Praça José Bastos, nº 55, centro de Itabuna, os seguintes documentos: diploma de graduação; histórico escolar; currículo vita, devidamente comprovado; e diploma de titulação máxima. Também é necessário cópia da Carteira de Identidade, CPF, Titulo de Eleitor, duas fotos 3x4 e atestado de idoneidade moral firmado por três professores universitários ou por autoridade judicial.

A confirmação da inscrição do candidato no processo seletivo se dará com a homologação feita pela diretoria da FTC, após análise da documentação e titulação. Os títulos acadêmicos obtidos no exterior deverão estar revalidados no Brasil, conforme legislação em vigor. A aula pública acontecerá na sede da Faculdade.

Ascom – FTC Itabuna
Por: Erivaldo Bomfim
10-03-2011

São Desidério:Rally Feminino de Bike tem mais de 1200 inscritas


 Rally Feminino de Bike em 2010

Em duas semanas mais de 1200 mulheres se inscreveram no 8บ Rally Feminino de Bike. O evento ้ uma promo็ใo da Prefeitura de Sใo Desid้rio por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer. O objetivo segundo o secretแrio Nerito Carvalho ้ proporcionar momentos de descontra็ใo e alegria เs participantes.

“Temos uma expectativa muito grande, por isso estamos organizando cada detalhe com uma programa็ใo especial para elas”, comenta Carvalho.

A mulherada agora faz os ๚ltimos preparativos nas bicicletas e recebe dos organizadores a camiseta do evento. O rally comemora o Dia Internacional da Mulher, 08 de mar็o. Este ano, devido ao feriado de carnaval, serแ realizado no domingo, 13.

As participantes se reunirใo na Pra็a Abelardo Alencar de onde serแ feita a largada เs 8h. Por uma estrada de chใo seguem at้ o povoado de Morrใo, a 15 quil๔metros da sede. No local um almo็o serแ servido เs atletas. O resto do dia serแ regado เ m๚sica e aos refrescantes mergulhos nas แguas do Rio Grande.

O retorno เ sede de Sใo Desid้rio estแ previsto para o final da tarde. A Secretaria  de Cultura tamb้m farแ sorteio de brindes entre as participantes.
Por: Jackeline Bispo
Foto: Rodney Martins

Caso do “pega” no Pontal: Amigos e familiares de Regiane lembram um ano do trágico acidente e voltam a pedir justiça

Amigos e familiares da estudante Regiane de Cássia Vitória, vítima fatal de um “pega” (racha) realizado no dia 14 de março de 2010 na avenida Lomanto Júnior, realizam na próxima, dia 15, missa em sua homenagem na Catedral de São Sebastião, às 18 horas. Familiares e próximos do outro jovem morto pelo acidente, José Fernando Bispo dos Santos também devem participar da missa.

Neste sábado (dia 12), um grupo de amigos das vítimas do “pega” realiza panfletagem no centro de Ilhéus, a fim de chamar a atenção da sociedade sobre o caso e voltar a cobrar punição, que está completando um ano, com os dois indiciados – Thadeu Oliveira e Adriano Gama – foragido e em liberdade, respectivamente. Outro objetivo da ação é alertar a população sobre os pegas e rachas, prática criminosa, onde dois ou mais motoristas disputam corrida, geralmente em alta velocidade.  A população tem sido a nossa principal aliada para não deixar o caso “cair no esquecimento”.

Relembre o trágico acidente - No dia 14 de março de 2010, por volta das 4h50min, Regiane de Cássia Vitório, de 21 anos, voltava do Boca Du Mar após buscar um grupo de amigos que participaram de festa no Boca Du Mar. O veículo conduzido por Regiane foi atingido por uma picape Montana, dirigida por Adriano Barreto de Andrade, que de acordo com informações participava de um racha junto com Thadeu Silva Oliveira, que conduzia um Golf. Regiane morreu ainda no local e Fernando Bispo morreu 10 diz depois no Hospital Geral Luis Viana Filho. Adriano e Thadeu foram indiciados, mas se encontram em liberdade e foragido, respectivamente.
Por: Walmir Rosário

quinta-feira, 10 de março de 2011

Itabunão ganha placar eletronico

 
(Itabunão foi lançado sua pedra em 1965, inicio das obras em 1968, mas até hoje não terminaram sua construção)

O Estádio Luis Viana Filho terá o seu tão esperado placar eletrônico, a ser instalado dentro de aproximadamente 20 dias. O anúncio, feito pelo titular da Secretaria de Esporte e Recreação, Alcântara Pellegrini, atende a uma antiga reivindicação da comunidade esportiva e também dos profissionais de imprensa que fazem a cobertura de jogos e outros eventos afins.

Pellegrini informou que o equipamento foi adquirido com recursos do Ministério dos Esportes e uma contrapartida da Prefeitura. Custou cerca de R$74 mil. Segundo ele, a implantação do placar integra a terceira etapa das obras de recuperação do estádio que foram iniciadas em novembro do ano passado. A conclusão dessa etapa está prevista para o próximo mês de abril.

Além do placar, o “Itabunão”, como também é conhecido o estádio, já recebeu os alambrados da nova arquibancada. Está em ritmo acelerado a construção da pista de acesso e de quatro novos sanitários, sendo dois com acessibilidade aos deficientes físicos.

Alcântara informou, ainda, que os bancos de reserva estão sendo substituídos por outros mais modernos e a cobertura com fibra de policarbonato. Também está sendo construído mais um bar na arquibancada, atendendo aos anseios dos torcedores. Com a conclusão da nova arquibancada, o estádio vai poder abrigar um público superior a 15 mil pessoas. A capacidade hoje gira em torno de nove mil.

Sem quebrar a rotina
Alcântara adiantou que as obras que estão sendo realizadas no estádio não vão atrapalhar os eventos esportivos, a exemplo do Campeonato Baiano da 2ª Divisão, com estreia prevista para o dia 10 de abril. 

Ele disse, também, que a vistoria obrigatória, feita pelo Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Vigilância Sanitária e Creas, já foi concluída e enviada à Federação Baiana de Futebol , conforme exigência da instituição. 

Desde quando assumiu a Secretaria de Esportes, Alcântara disse que tem recebido todo o apoio e incentivo do prefeito Capitão Azevedo para que o esporte em Itabuna seja uma realidade acessível a todas as camadas, principalmente as mais carentes. 

“Nós compactuamos com o pensamento dele, que acredita que a prática esportiva, além de saudável, pode ser o começo de muitas coisas boas, como lazer e entretenimento, socialização e integração e quem sabe uma carreira brilhante para os nossos jovens”.
Por:Texto: Rosi Barreto – Fotos: Pedro Augusto – 10/03/1
Leia mais: www.itabuna.ba.gov.br

LIBERE O FLATO


                                                           Por Ralph J. Hofmann

Até a década de setenta nossa maior preocupação quanto ao flato (chulamente conhecido por pum) era rezar para podermos liberá-lo silenciosamente para evitar vexame.Havia também a questão do cheiro. Este até mesmo influenciava nossa escolha de comida. Repolho era tipicamente um alimento gerador de flatos intensamente malcheirosos. E depois era um alimento que nos traia. 

Não adiantava falar do maravilhoso  “Steak Chateaubriand” que havíamos jantado se liberássemos um flato com cheiro água de vaso de flores que haviam passado da data de vencimento. 

Víamos aquele olhar no rosto do pessoal da mesa do bar:  “Este come repolho e arrota filé”.   Mais ou menos como o P.C. Farias andando em Maceió no verão num Galaxy com os vidros fechados  para fingir que tinha ar condicionado.

Mas o tempo passou e as coisas pioraram. Enquanto os vegetarianos e “vegan” nos diziam que só devíamos comer gramíneas, flores, grãos  e tubérculos, assim garantindo que nossos flatos fossem os mais olorosos já conhecidos no planeta, os arautos do aquecimento antropogênico nos alertavam para os males do gás metano liberado pelos rebanhos de animais de corte ou mesmo pelas ovelhas fornecedoras de fibras naturais em um processo de recurso renovável.

O gás metano é a parcela fedorenta de nossos flatos.
Ou seja, nós humanos e o gado de corte assim como o gado para leite ou suprimento de fibras, ao comer gramíneas e outros  produtos vegetarianos estaríamos intensificando a produção de metano. O gado que comíamos gerava metano ou nós mesmos o faríamos ao digerir alimentos vegetarianos.  Eu por uma prefiro a transferência via bife .

O mais interessante é que ninguém apareceu com uma invenção  como uma cueca com precipitador catalítico que evitasse que o metano fosse solto para o meio-ambiente. Talvez  por ser injusto para com os homens. Imagina o que seria do visual das mulheres. Abandonar as tanguinhas tão apreciadas pelos seus admiradores para poder acomodar um conversor catalítico.

Agora recebemos notícias alvissareiras. O metano é apenas 0,000001745% da atmosfera. Os gases expelidos pelos animais são apenas uma fração do total de metano na atmosfera.
Um  trabalho sobre a “methane question” publicado em Nature por uma equipe britânica liderada por Joy Singarayer da Universidade de Bristol esvaziou as rumorosas ameaças catastrofistas constatando que o aumento da percentagem de metano não tem a ver com o homem nem com a agropecuária.

“William Ruddiman, cientista da Universidade de Virginia, explicou em e-mail a Discovery News ter observado que nos registros dos últimos 800.000 anos, que incluem diversos períodos interglaciares cálidos, apontam uma tendência à diminuição do metano, enquanto que o Holoceno mostra um aumento. A era do Holoceno começou por volta de 10.000 anos atrás.

Apelando para o princípio tão abusado pelos ambientalistas segundo o qual “a explicação mais simples habitualmente é a melhor”, Ruddiman afirma ironicamente: “o Holoceno não é natural, mas antropogênico”.

À luz destes artigos podemos voltar a liberar nossos flatos sem culpa, exceto, naturalmente pelo aspecto social de pestearmos aquela reunião do conselho da empresa. Mas talvez alguém possa inventar um sistema para projetar os gases rumo à cabeceira da mesa, onde está aboletado o presidente do conselho.  Ele pode.

PAULINHO DA FORÇA É CONDENADO


A impunidade  vergonhosamente campeia nas hostes governistas desde o dia que o PT assumiu o poder, com Lulla na Presidência. 

Com sua saída, alguns aliados começaram a querer “criar asas”, como o Deputado Federal por São Paulo, Paulinho da Força. Mas isso não vai prosperar. A durona ex-guerrilheira Dilma Roussef, não vai permitir que a manada estoure.

A prova disso é a condenação do nobre, ínclito e impávido líder pedetista Paulinho da Força.

É bom lembrar, que o deputado Paulinho da Força (PDT-SP) tem uma série de antecedentes nada abonadores. Entre os anos 2007/10, foi acusado em 1 ação penal, 5 inquéritos e uma petição pelos crimes de estelionato, crime contra a fé pública, peculato, fraude em licitação e crime eleitoral.

*Acusações contra Paulo Pereira da Silva: Ação Penal 421 – Data de entrada no STF: 25/04/2007 Acusações: estelionato, crimes contra a fé pública. Inquérito 2905 – Data de entrada no STF: 02/02/2010 Acusações: peculato (crime de funcionário público contra o patrimônio público). Inquérito 2839 – Data de entrada no STF: 07/08/2009. Acusações: fraude em licitações. Inquérito 2778 – Data de entrada no STF: 09/12/2008 Acusações: fraude em licitações. Inquérito 2725 - Data de Entrada no STF: 28/05/2008 Acusações: segredo de justiça. Pet 4722 – PETIÇÃO – Data de Entrada no STF: 04/12/2009 Acusações: crime eleitoral.

O mais rumoroso de todos foi o esquema de desvios do BNDES, citado na  Operação Santa Tereza da Polícia Federal, que  descobriu o envolvimento de  11 empresários, advogados, servidores públicos   em um esquema de desvio de verbas do BNDES, no dia 24 de abril de 2008, quando ele, que além de deputado era  presidente da Força Sindical,  foi filmado pela PF ao lado de seu amigo e ex-assessor João Pedro Moura. Em grampos, o grupo fala da “parte de Paulinho”.

Mas na época o deputado era um firme aliado do governo, um forte cabo eleitoral para as eleições presidenciais, por isso em dezembro de 2008 foi absolvido pelo Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara das acusações de desvio de verbas do BNDES. A reunião durou menos de uma hora. Por dez votos a quatro, o conselho decidiu rejeitar o parecer do deputado Paulo Piau (PMDB-MG), que recomendava a cassação de Paulo Pereira nas representações oferecidas pela Corregedoria da Câmara e pelo Psol.

Mas a bonança passou e Paulinho deu a  entender que se achava injustiçado pela divisão do bolo, como  estava sendo feito por Dilma Rousseff , ao afirmar: “Dilma rompeu com o que Lula vinha fazendo”.

A gota d’água parece ter sido uma entrevista que o deputado deu a Terra Magazine em  (1/3/2011), quando respondendo a uma pergunta feita pela jornalista Marcela Rocha, sobre a insatisfação que Líderes do PT estavam demonstrando contra ele, a resposta dele foi contundente e chula: Eles vão ficar ainda mais insatisfeitos então. Nós não vamos mudar as nossas opiniões porque eles estão insatisfeitos. O PDT tem um programa histórico, sempre defendeu os direitos dos trabalhadores, e se o PT abandonou os trabalhadores, a culpa não é nossa. Manda o PT se foder. Estou de saco cheio deles já”. 

Agora seu castigo chegou: abandonado pelo Palacio do Planalto, foi condenado pela Justiça Federal em Ourinhos, no interior de São Paulo, por improbidade administrativa. Ele foi considerado culpado por usar dinheiro público para um projeto de reforma agrária inviável. Terá de pagar, junto com outros quatro réus, multa de cerca de R$ 1 milhão, por determinação do juiz João Batista Machado.

Afora a multa, Paulinho foi proibido pelo magistrado de contratar com o poder público por cinco anos. O que será um descanso para os cofres públicos. Mas permanece com seu mandato, pronto para servir a seu (sua) dono(a), pois como diz o ditado gaiato: "manda quem pode, obedece quem tem juizo".


 Textos de apoio: Fausto Macedo e Giulio Sanmartini