Vamos salvar o Rio Cachoeira! É o nosso maior patrimônio. Não jogue lixo em seu leito. Povo limpo, cidade civilizada... Vamos preservar a nossa história.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Leitores acreditam na aplicação da Lei da Ficha Limpa para eleições 2012

A lei da Ficha Limpa, criada a partir de um projeto de lei de iniciativa popular que reuniu mais de 2 milhões de assinaturas em todo o país e aprovada nas duas casas, Câmara e Senado, depois sancionada pelo então presidente Lula, veta a candidatura de pessoas com condenação em segunda instância.

Em 2010, primeiro ano de eleições após a promulgação da lei, a aplicação da norma foi questionada por políticos considerados inaptos que recorreram de decisões desfavoráveis às suas candidaturas. Em julgamento no STF, os ministros decidiram que a lei seria inválida para o pleito de 2010, pois, segundo a Constituição, todas as leis que alterem o processo eleitoral só podem começar a valer após um ano de vigência, o que, pelas normas, garante, na teoria, a sua aplicação para as eleições municipais de 2012.


Por esse motivo,  o Cidadão Repórter, em enquete no portal A TARDE On Line, questionou se os leitores acham que a lei da Ficha Limpa vai ser aplicada já nas eleições de 2012.

Dos internautas que participaram da enquete, 38,56% acreditam que o STF vai julgar e aprovar a norma ainda este ano; 30,38%  acreditam que ela nunca sairá do papel; 19,87% creem que surgirá algum problema para impedir a aplicação da lei e 11,19% acreditam que dependerá dos interesses políticos envolvidos.

E você, acredita que a lei será aplicada a partir do próximo processo eleitoral? Comente e participe do nosso fórum!

*As enquetes e fóruns dos canais do portal A TARDE On Line são trocados semanalmente, sempre levando em conta o tema mais importante do período nas mais diversas editorias. Quer participar? Envie para cidadaoreporter@grupoatarde.com.br uma sugestão de enquete ou fórum que você gostaria de ver no nosso portal e no blog Cidadão Repórter.
A Tarde Online

Nenhum comentário: