Vamos salvar o Rio Cachoeira! É o nosso maior patrimônio natural. Não jogue lixo em seu leito.

sábado, 9 de julho de 2011

BRASIL, O PARAISO DA BANDIDAGEM


O Brasil tem desde terça-feira passada, dia 05, um  novo texto no sistema do Código de Processo Penal (CPP) . A mudança atende à lei 12.403/2011, sancionada pela presidente Dilma Rousseff. Foram alterados 32 artigos do Código.

Uma alteração considerável prevê a possibilidade de aplicação de medidas alternativas no lugar da prisão preventiva. Ou seja, crimes como furto simples, ato obsceno em local público, roubo a mão armada, lesão corporal gravíssima, uso de armas restritas, desvio de dinheiro público, corrupção passiva, peculato, extorsão, bigamia, desacato, dentre outros delitos, não serão mais punidos com prisão preventiva.

O objetivo do projeto é diminuir a aplicação de fianças e principalmente a superlotação das cadeias em todo o país, especificamente na Bahia, onde a situação chega a 2,5 presos por vaga, segundo dados do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), de dezembro de 2010.

A Bahia, ao lado Paraná, é o estado com o maior índice de superlotação ficando à frente de estados como Alagoas, Pernambuco, Maranhão, São Paulo e Rio de Janeiro.

Em tese, a prisão em flagrante e preventina só valerá em casos raríssimos como homicídio qualificado, estupro, tráfico de entorpecentes (drogas) e latrocínio. A fiança se estende apenas para crimes que forem cometidos com até quatro anos de prisão. Decisão esta, que não era permitida desde 1940.

Logo, crimes de porte de arma de fogo, disparo de arma de fogo, furto simples, receptação, apropriação indébita, homicídio culposo no trânsito, cárcere privado, corrupção de menores, formação de quadrilha, contrabando, armazenamento e transmissão de foto pornográfica de criança, assédio de criança para fins libidinosos, destruição de bem público, comercialização de produto agrotóxico sem origem, emissão de duplicada falsa, não levam ninguém mais às cadeias (só se for reincidente).

Você que é cidadão honesto, trabalhador, cumpridor dos seus deveres, está, ainda mais, à mercê da bandidagem, graças a este novo código.

Pelo menos você já pode comprar um revólver para defender seu lar, pois apesar de ser crime, não dá prisão em flagrante.

Rui Barbosa tinha razão!
Parte superior do formulário

Nenhum comentário: